PUBLICIDADE
Esportes

Nenê aprova sorteio da Libertadores e indica permanência no Vasco

Anfitrião de um jogo beneficente em Jundiaí, Nenê falou rapidamente sobre o Vasco durante a tarde deste sábado, no Estádio Jayme Cintra. O meia disse aprovar a situação do time cruzmaltino na Copa Libertadores e deu a entender que pretende cumprir seu contrato com o clube. Sétimo colocado no Campeonato Brasileiro, o Vasco precisará passar [?]

16:45 | 23/12/2017

Anfitrião de um jogo beneficente em Jundiaí, Nenê falou rapidamente sobre o Vasco durante a tarde deste sábado, no Estádio Jayme Cintra. O meia disse aprovar a situação do time cruzmaltino na Copa Libertadores e deu a entender que pretende cumprir seu contrato com o clube.

Sétimo colocado no Campeonato Brasileiro, o Vasco precisará passar pelas etapas seletivas da Libertadores para alcançar a fase de grupos. Em seus primeiros desafios, o time cruzmaltino enfrenta o chileno Universidad de Concepción nos dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro, decidindo em casa.

?Conheço pouca coisa (sobre o primeiro adversário), mas acredito que o sorteio foi bom?, resumiu Nenê. ?Então, vamos trabalhar forte nessa pré-temporada e estudar direitinho o time deles para chegarmos preparados para o jogo?, completou o meio-campista.

Vinculado ao Vasco até o final da próxima temporada, Nenê viveu momentos de desgaste com a diretoria ao longo de 2017 e já teve sua saída dada como certa. Neste sábado, questionado se vai cumprir o contrato com o clube, ele foi sucinto: ?É claro?.

Independentemente do próprio futuro, o experiente meio-campista de 36 anos de idade tratou de valorizar a campanha construída pelo desacreditado Vasco no Campeonato Brasileiro. E manifestou o desejo de brigar por feitos mais significativos durante o ano de 2018.

?Sofremos muitos problemas, mas tínhamos vontade de fazer as coisas certas. O Zé (Ricardo, técnico) e a direção conseguiram colocar na cabeça de todos que contávamos com uma equipe muito competitiva. Provamos isso conquistando a vaga na Libertadores. Nossa vontade no ano que vem é alçar voos maiores?, projetou.

Gazeta Esportiva

TAGS