PUBLICIDADE
São Paulo FC
Noticia

São Paulo se impõe e acaba com invencibilidade do Bragantino no Paulistão

Com gol contra de Léo Ortiz, Tricolor vence por 1 a 0 no Morumbi e segue na liderança do Grupo B do Campeonato Paulista

22:24 | 12/04/2021
Jogadores do São Paulo comemoram gol no jogo contra o Red Bull Bragantino, no Morumbi, pelo Campeonato Paulista (Foto: Divulgação/São Paulo FC)
Jogadores do São Paulo comemoram gol no jogo contra o Red Bull Bragantino, no Morumbi, pelo Campeonato Paulista (Foto: Divulgação/São Paulo FC)

O São Paulo acabou com a invencibilidade do Red Bull Bragantino no Campeonato Paulista nesta segunda-feira. Recebendo o time de Bragança Paulista no Morumbi, a equipe comandada por Hernán Crespo, embalada pela goleada no fim de semana, se impôs dentro de casa e acabou saindo de campo com mais um importante triunfo, desta vez por 1 a 0, gol contra do zagueiro Léo Ortiz.

O São Paulo foi a campo com apenas uma mudança em relação à goleada por 5 a 1 sobre o São Caetano. Luan entrou na vaga de Igor Gomes para marcar o perigoso Claudinho e fez o dever de casa. Mesmo com apenas um dia de intervalo entre as partidas, o time se comportou bem fisicamente, mas, para a próxima quarta-feira, contra o Guarani, deverá sofrer alterações, já que na sexta-feira tem clássico contra o Palmeiras no Allianz Parque.

O Red Bull Bragantino, por sua vez, sofreu apenas sua segunda derrota em 2021. Até então o único revés do time do interior paulista havia sido contra o Internacional, na reta final do Brasileirão de 2020, que terminou neste ano.

O jogo

Logo aos 11 minutos o São Paulo teve a primeira chance de abrir o placar. Daniel Alves bateu o escanteio pela esquerda, e Léo completou no primeiro pau, mas a bola, que tinha endereço certo, acabou desviando na defesa do Red Bull Bragantino. Depois, aos 23, foi a vez de Pablo chegar com perigo, batendo de primeira, dentro da área, e tirando tinta da trave do goleiro Cleiton.

Sem muita criatividade, o São Paulo concentrava seus esforços pelo lado esquerdo, onde Reinaldo aparecia frequentemente para reforçar o setor ofensivo. O Red Bull Bragantino, por sua vez, apostava no contra-ataque, mas a maioria deles era obstruída pelo time comandado por Hernán Crespo.

Somente aos 35 minutos que os visitantes chegaram de forma mais aguda. Claudinho recebeu dentro da área e girou batendo, cruzado, mas Tiago Volpi fez a defesa. Como resposta, o São Paulo por pouco não abriu o placar aos 38 com Igor Vinícius, que completou de cabeça o cruzamento de Reinaldo no segundo pau, no entanto, Cleiton espalmou para fora.

Segundo tempo

Logo no início da etapa complementar o São Paulo abriu o placar com Luciano após lançamento de Daniel Alves, mas o árbitro marcou impedimento de Pablo, que se envolveu na jogada. Já o Red Bull Bragantino respondeu primeiro com Léo Ortiz, que recebeu de Claudinho, só que Tiago Volpi chegou antes para interceptar. Depois, Ytalo bateu de longe, levando perigo à meta tricolor.

As coisas começaram a ficar diferentes depois que Eder substituiu Pablo, se juntando a Luciano, que havia entrado no intervalo na vaga de Rojas. Com a nova dupla, o São Paulo ganhou muito mais mobilidade no ataque, abrindo espaços a serem explorados.

E não deu outra. Aos 25 minutos, Reinaldo recebeu pela esquerda após boa movimentação dos homens de frente e tentou encontrar Eder dentro da área. A bola passou pelo atacante, foi espalmada por Cleiton, mas, no rebote, Léo Ortiz acabou jogando contra o próprio gol, abrindo o placar para o São Paulo.

O Red Bull ainda teve a oportunidade de empatar o jogo pouco depois, aos 31 minutos, com Aderlan, que invadiu a área fazendo fila, mas perdeu o equilíbrio no momento crucial e acabou vendo a tão sonhada chance de deixar tudo igual no marcador ir por água abaixo. Desta forma, coube aos visitantes se conformarem com a perda da invencibilidade no Campeonato Paulista.