Hudson exalta ?guerreiros? do São Paulo e revela sacrifício para jogarSão Paulo Futebol Clube | Times | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes


Hudson exalta ?guerreiros? do São Paulo e revela sacrifício para jogar

Mesmo com a expulsão de Diego Souza ainda no primeiro tempo e o gol contra de Anderson Martins na etapa final, o São Paulo conseguiu arrancar um empate por 1 a 1 com o Fluminense na tarde do último domingo, no Morumbi. Após a partida, Hudson exaltou a dedicação da equipe, que atuou com um [?]

08:15 | 03/09/2018

Mesmo com a expulsão de Diego Souza ainda no primeiro tempo e o gol contra de Anderson Martins na etapa final, o São Paulo conseguiu arrancar um empate por 1 a 1 com o Fluminense na tarde do último domingo, no Morumbi. Após a partida, Hudson exaltou a dedicação da equipe, que atuou com um homem a menos por mais de 60 minutos no jogo.

?Time de guerreiros mesmo, todos pensando em uma coisa só. Quem está no banco entra e faz a diferença, como foi com o Régis e o Tréllez. O São Paulo hoje é um time completo, buscou um ponto com um homem a menos?, frisou o camisa 25, na saída de campo.

Apesar do tropeço em casa, diante de quase 50 mil são-paulinos, o Tricolor se garantiu na liderança por mais uma rodada, com 46 pontos, três a mais do que o Internacional, segundo colocado, que empatou com o Cruzeiro no Mineirão. Se não conseguiu se distanciar, a equipe paulista ao menos manteve a diferença para o time gaúcho.

?Saímos bravos porque era dentro de casa, oportunidade de abrir mais vantagem na liderança. Mas, devido às circunstâncias, o resultado foi bom. É difícil jogar com um a menos, sem falar dos desfalques?, disse Hudson, referindo-se às ausências de Nenê, Hudson, Jucilei e Arboleda.

Capitão do São Paulo no domingo, Hudson passou a semana tratando de dores no joelho direito e só voltou a treinar com o grupo no último sábado, véspera do duelo com o Fluminense. Embora não estivesse com as condições físicas ideais, o volante se sacrificou e aguentou os 90 minutos.

?Treinei um dia nos últimos 10 para estar em campo. O Anderson Martins também embolou a perna no primeiro tempo. Foi um momento de superação do São Paulo. Queríamos os três pontos, mas, pelas circunstâncias, um ponto foi importante e nos mantêm líderes?, concluiu.

Pela 23ª rodada do Brasileirão, o São Paulo terá um duelo direto da parte de cima da tabela contra o Atlético-MG, na próxima quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), no Independência.

Gazeta Esportiva

TAGS