Conheça o Colón, adversário do tricolor na Sul-AmericanaSão Paulo Futebol Clube | Times | Esportes O POVO 

PUBLICIDADE
Esportes


Conheça o Colón, adversário do tricolor na Sul-Americana

O São Paulo inicia sua caminhada por uma vaga nas oitavas de final da Copa Sul-Americana nesta quinta-feira, às 19h30 (de Brasília), no Morumbi. Em um confronto inédito na história dos clubes, o adversário da vez é o Colón, da Argentina, em duelo válido pela segunda fase da competição. Na primeira fase, o tricolor conseguiu [?]

12:30 | 02/08/2018

O São Paulo inicia sua caminhada por uma vaga nas oitavas de final da Copa Sul-Americana nesta quinta-feira, às 19h30 (de Brasília), no Morumbi. Em um confronto inédito na história dos clubes, o adversário da vez é o Colón, da Argentina, em duelo válido pela segunda fase da competição.

Na primeira fase, o tricolor conseguiu eliminar outra equipe argentina, o Rosario Central. Enquanto conseguiu um empate por 0 a 0 como visitante e uma vitória por 1 a 0 em casa, os adversários desta noite alcançaram 100% de aproveitamento diante do Zamora, da Venezuela (2 a 0 e 1 a 0). No entanto, a história do Colón começa lá trás.

Com sede em Santa Fe, na Argentina, o clube foi fundado em 1905 por um grupo de amigos que se reunia para jogar futebol. Apesar de nunca ter vencido um torneio nacional, conquistou importantes vitórias em amistosos contra diversas equipes consideradas importantes na década de 60, como o Santos de Pelé, Peñarol, Millionarios de Bogotá, Boca Juniors e até mesmo a seleção argentina. Por esses feitos, seu estádio, o Brigadier General Estanislao López, é conhecido como ?cemitério dos elefantes?, e o São Paulo terá o jogo de volta da Copa Sul-Americana justamente no local, em 16 de agosto.

Mesmo pouco conhecido no Brasil, o Colón possui rivais de peso na Argentina, como o Newell?s Old Boys e o próprio Rosario Central, além de uma torcida muito presente. Para conquistar o direito de disputar com o São Paulo uma vaga na competição continental, os sabaleros alcançaram a 11ª colocação no Campeonato Argentino em 2017-18, exatamente o limite, feito também conseguido nesta temporada, já garantindo a presença dos comandados de Eduardo Dominguez na edição de 2019.

Com relação ao plantel, os destaques ficam por conta de Matías Fritzler, Estigarribia e Clemente Rodríguez, este último com uma passagem pelo São Paulo, de 2013 a 2015, mas com apenas três atuações.

Com títulos apenas da Série B do Campeonato Argentino em 1965 e duas campanhas de destaque no Torneio Clausura de 1997 e 2000, o Colón espera fazer história contra o São Paulo nesta quinta, no Morumbi, e ?enterrar? o time no cemitério dos elefantes na partida de volta, daqui duas semanas.

Gazeta Esportiva

TAGS