PUBLICIDADE
Esportes

Em despedida do São Paulo, Petros ressalta sentimento de ?dever cumprido?

A atividade comandada por Diego Aguirre nesta quarta-feira foi, ao que tudo indica, a última de Petros com a camisa do São Paulo. Negociado com o Al Nassr, da Arábia Saudita, o camisa seis aguarda apenas questões burocráticas para ter selada sua saída, apesar do seu futuro clube já tê-lo anunciado como reforço nas redes [?]

13:45 | 27/06/2018

A atividade comandada por Diego Aguirre nesta quarta-feira foi, ao que tudo indica, a última de Petros com a camisa do São Paulo. Negociado com o Al Nassr, da Arábia Saudita, o camisa seis aguarda apenas questões burocráticas para ter selada sua saída, apesar do seu futuro clube já tê-lo anunciado como reforço nas redes sociais. Em sua despedida, o volante comentou a proposta praticamente irrecusável e o sentimento de ?dever cumprido? com que deixa o tricolor.

?Em um clube da grandeza do São Paulo Futebol Clube não basta só jogar futebol. Não é o simples ato de entrar em campo que vale. Sinceramente, saio com o sentimento de dever cumprido. Cheguei em uma situação muito complicada, talvez a pior da história do São Paulo e saio muito honrado, muito feliz, porque seguramente não fui um dos melhores que passou por aqui, mas eu ajudei a resgatar o brio, a coragem e a fé desse clube?, disse Petros.

Contratado há exatamente um ano junto ao Bétis, da Espanha, o camisa seis fez 52 partidas com a camisa do São Paulo e marcou um gol. Além do bom início no clube, o meio-campista teve papel muito importante dentro e fora de campo na recuperação do time contra o rebaixamento na última temporada. Com contrato até 30 de junho de 2021, o jogador revelou ter se surpreendido com os valores e com o interesse do time árabe.

?Foi uma surpresa, porque a gente não imaginava que os árabes viriam tão fortes. Uma das minhas exigências foi a de que o São Paulo recuperasse, ao menos, tudo o que foi investido em mim. É assim que acho correto. Cumpri tudo o que eu tinha para fazer e havia prometido. Agora deixo o São Paulo em boas mãos?, ressaltou o volante, adquirido pelo clube do Morumbi por quase R$ 10 milhões e vendido por 5 milhões de euros (cerca de R$ 22,1 milhões).

Antes de ir embora do clube, ainda, Petros deixou uma mensagem positiva e tranquilizadora para os torcedores. ?Eu saio feliz porque vejo que tudo o que eu ajudei a fazer terão boas consequências. Sei que o São Paulo está no caminho certo e coisas grande vão acontecer. Quem sabe nesse ano, o clube não possa levantar uma taça. Peço ao torcedor que nunca deixe de apoiar esse jogadores, porque eles se dedicam muito?, finalizou.

Gazeta Esportiva

TAGS