Sampaoli se diz ?obrigado? a tornar Santos protagonistaSantos Futebol Clube | Times | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes


Sampaoli se diz ?obrigado? a tornar Santos protagonista

Jorge Sampaoli foi apresentado oficialmente como técnico do Santos na tarde desta terça-feira, no Museu do Futebol, em São Paulo. O técnico explicou por que escolheu pelo Peixe e se disse obrigado a tornar o time protagonista, atacando mais do que defendendo. ?Possibilidade que tenho numa instituição histórica. Que eu esteja à altura dessa história. [?]

15:00 | 18/12/2018

Jorge Sampaoli foi apresentado oficialmente como técnico do Santos na tarde desta terça-feira, no Museu do Futebol, em São Paulo.

O técnico explicou por que escolheu pelo Peixe e se disse obrigado a tornar o time protagonista, atacando mais do que defendendo.

?Possibilidade que tenho numa instituição histórica. Que eu esteja à altura dessa história. Tratei de buscar sempre um lugar onde sua história tenha a ver com minha ideia futebolística depois de sair da Argentina. Depois de analisar um montão de projetos, apareceu o Santos e não duvidei. Aqui eu tenho muito a fazer e desfrutar de jogadores com características do futebol brasileiro. Quero voltar a desfrutar do jogo, protagonizar desde o início e tentar que cada jogador que chegue a Santos saiba claramente o lugar onde está?, disse Sampaoli.

?Com respeito ao funcionamento do meu centro futebolístico, tem muito mais a ver com olhar para trás para olhar adiante. Quando eu era criança e adolescente, era impossível ganhar de uma equipe brasileira no Brasil. Agora se equiparou e a característica é neutralizar e não propor ou protagonizar. Minha ideia é muito mais pensar na trave do adversário do que na minha. Quero impulsionar minha ideia em um clube que me abala pela história, com Pelé e Neymar, que nos obriga a jogar desta maneira?, completou o treinador.

Sampaoli revela outras propostas recentes do Brasil e comemora a recepção calorosa do torcedor desde a chegada no Aeroporto de Guarulhos.

?Mais do que Europa ou Ásia, estou no lugar onde é o ápice do futebol também. Onde saem os melhores jogadores que se exportam. Temos que potencializar o talento daqui, é um desafio. De muitas propostas depois de LA U, São Paulo, Cruzeiro, Flamengo, Santos? Agora era o momento. Agora estou obrigado estar à altura por causa do carinho que recebi?, afirmou.

?O motivo principal foi a característica do paladar do torcedor do Santos com minha maneira de jogar. Esse pacto generalizado, intrínseco desde que eu desci do avião é como pisar num lugar que te recebe com muita expectativa. Eu, como profissional, estou obrigado a responder essa expectativa. O aspecto emocional me faz estar aqui?, concluiu.

Sampaoli volta para a Argentina na manhã desta quarta-feira e o retorno está previsto para 1º de janeiro, um dia antes da reapresentação do elenco. Ele chega, a princípio, com um preparador físico, um auxiliar e um analista de desempenho.

O técnico assinou acordo por duas temporadas, até dezembro de 2020, último mês da gestão do presidente José Carlos Peres.

Gazeta Esportiva

TAGS