Pensando em 2019, Ponte Preta não processa o Santos por dívida de Felippe CardosoSantos Futebol Clube | Times | Esportes O POVO 

PUBLICIDADE
Esportes


Pensando em 2019, Ponte Preta não processa o Santos por dívida de Felippe Cardoso

A Ponte Preta emitiu uma nota oficial nesta segunda-feira para esclarecer uma dívida do Santos em relação à contratação do atacante Felippe Cardoso, realizada em setembro. A Macaca confirma um débito de R$ 400 mil da segunda parcela do pagamento, vencida em novembro. A entrada, de R$ 2,2 milhões, foi paga. Ainda há uma ?fatia? [?]

13:15 | 03/12/2018

A Ponte Preta emitiu uma nota oficial nesta segunda-feira para esclarecer uma dívida do Santos em relação à contratação do atacante Felippe Cardoso, realizada em setembro.

A Macaca confirma um débito de R$ 400 mil da segunda parcela do pagamento, vencida em novembro. A entrada, de R$ 2,2 milhões, foi paga. Ainda há uma ?fatia? combinada para janeiro.

?Sempre primando pela transparência, a Diretoria Executiva da Ponte Preta vem a público esclarecer informações em relação aos pagamentos  realizados pelo Santos Futebol Clube na negociação do atleta. O jogador foi vendido ao time do litoral por um total de três milhões de reais, sendo R$ 2,2 milhões de entrada e duas parcelas de 400mil (uma vincenda em novembro e outra, em janeiro).

A entrada foi paga, contudo a primeira das duas parcelas restantes não foi efetivada. Caso o Santos não pagasse uma delas, de acordo com o que foi estabelecido contratualmente, ambas seriam consideradas automaticamente vencidas e não pagas e a Ponte Preta poderia então optar entre cobrar a dívida ou ficar com a porcentagem proporcional do atleta.

A diretoria pontepretana irá analisar qual caminho seguirá, levando em consideração a boa relação que tem com o Santos FC e o fato de termos interesse em alguns jogadores do time santista para o elenco de 2019. Contudo cabe ressaltar que contratualmente a Ponte Preta está segura do retorno, uma vez que tem garantida a porcentagem proporcional de Felippe Cardoso, e por enquanto não tem intenção de acionar judicialmente o Santos?.

Gazeta Esportiva

TAGS