Sánchez assume protagonismo no Santos e minimiza fase artilheiraSantos Futebol Clube | Times | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes


Sánchez assume protagonismo no Santos e minimiza fase artilheira

Carlos Sánchez não era protagonista no Monterrey-MEX e nem na seleção do Uruguai, mas virou um dos principais destaques do Santos no Campeonato Brasileiro. O uruguaio assumiu a função de armador, diferentemente de como atuava anteriormente, e resolveu o problema do meio-campo santista desde a saída de Lucas Lima para o Palmeiras. ?É uma função [?]

17:15 | 31/10/2018

Carlos Sánchez não era protagonista no Monterrey-MEX e nem na seleção do Uruguai, mas virou um dos principais destaques do Santos no Campeonato Brasileiro.

O uruguaio assumiu a função de armador, diferentemente de como atuava anteriormente, e resolveu o problema do meio-campo santista desde a saída de Lucas Lima para o Palmeiras.

?É uma função que eu gosto, a de armador, é algo que eu sempre treinei. Trato de cumprir o que pede Cuca, deixo tudo em campo. Uma equipe que joga muito bem, sempre tratamos de corresponder a cada jogo, sendo protagonista. Tenho que jogar como Cuca preferir, com raça, com disposição, deixando tudo em campo?, disse Sánchez, em entrevista coletiva.

Outra novidade do ?Sánchez santista? é a fase artilheira. São três gols nos últimos cinco jogos. O uruguaio, porém, minimiza o fato.

?Não (não lembro de outro momento assim) É uma alegria enorme fazer gols. Trato de dar sacrifício ao time, ajudar, o gol é bem-vindo. Não sou eu que busco o gol, busco ajudar. Posso ajudar com gols também e às vezes a oportunidade vem. As chances estão vindo, mas só penso em ajudar e não em fazer gols?, explicou.

Por fim, o camisa 7 falou da expectativa de enfrentar pela primeira vez o Palmeiras, líder do Brasileirão, no sábado, às 19h (de Brasília), pela 32ª rodada da competição.

?Sabemos que é um jogo importante no sábado, temos que fazer um grande jogo e seguir sonhando com a Libertadores. É uma grande motivação jogar contra o líder, cada semana se trabalha da mesma forma, com intensidade. Sabemos que vivemos um grande momento e desfrutamos. No sábado, é concentração total no objetivo que é triunfar?, concluiu.

Gazeta Esportiva

TAGS