Sem Dodô, Cuca pode antecipar desejo de escalar Pituca como lateral no SantosSantos Futebol Clube | Times | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes


Sem Dodô, Cuca pode antecipar desejo de escalar Pituca como lateral no Santos

Dodô recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso no empate do Santos em 0 a 0 com o Independiente-ARG na última terça-feira, em Avellaneda. Desta forma, o técnico Cuca pode antecipar o desejo de escalar Diego Pituca como lateral-esquerdo na decisão da próxima terça, no Pacaembu, por uma vaga nas quartas de final da [?]

06:15 | 22/08/2018

Dodô recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso no empate do Santos em 0 a 0 com o Independiente-ARG na última terça-feira, em Avellaneda. Desta forma, o técnico Cuca pode antecipar o desejo de escalar Diego Pituca como lateral-esquerdo na decisão da próxima terça, no Pacaembu, por uma vaga nas quartas de final da Libertadores da América.

O treinador gostaria de ver Pituca na função aos poucos, durante os jogos, mas a oportunidade apareceu antes do previsto. Se o meio-campista não for a opção, Jean Mota e Jonathan Copete também podem ser improvisados.

?Pituca é versátil, quero ver mais e sinto um guri responsável, de muita força, dinâmica, tamanho, bom cruzamento? Quero trabalhar ele na lateral esquerda na hora certa. É questão de tempo. O Marcio Fernandes (técnico) foi professor dele, foi meu auxiliar e já passou isso (sobre as características)?, disse Cuca, em entrevista exclusiva à Gazeta Esportiva, na última sexta-feira.

Diego Pituca foi para a ala nos minutos finais diante do Independiente, depois da expulsão. Ele atuou nessa posição pelo Botafogo-SP, no Campeonato Paulista de 2017, antes de ser vendido para o Santos, a princípio para a equipe sub-23, e posteriormente promovido.

Pituca tem 25 anos, é titular do Santos e disputou 21 partidas na temporada, sem marcar gols e com três assistências. O Peixe negocia um novo contrato para o volante ? o atual vence em 2021 e ele recebe salário de aspirante (cerca de R$ 20 mil). O alvinegro quer valorizá-lo e se resguardar do assédio de outros clubes.

Gazeta Esportiva

TAGS