Cuca apazigua, mas nega que assumiu erro ao presidente do SantosSantos Futebol Clube | Times | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes


Cuca apazigua, mas nega que assumiu erro ao presidente do Santos

Em ?tréplica? no CT Rei Pelé nesta sexta-feira, Cuca negou que assumiu erro a José Carlos Peres, como o presidente afirmou em evento na Federação Paulista de Futebol na última quinta.  O técnico tentou acalmar os ânimos, explicou o desabafo após a partida contra o Independiente-ARG e ?concordou? com Peres sobre cuidar da parte técnica. [?]

12:15 | 31/08/2018

Em ?tréplica? no CT Rei Pelé nesta sexta-feira, Cuca negou que assumiu erro a José Carlos Peres, como o presidente afirmou em evento na Federação Paulista de Futebol na última quinta. 

O técnico tentou acalmar os ânimos, explicou o desabafo após a partida contra o Independiente-ARG e ?concordou? com Peres sobre cuidar da parte técnica.

?Eu não fiz críticas, fui perguntado por um colega de vocês sobre o tema. Se faltava. Disse que faltava e poderia melhorar e muito. Não tenho que pedir desculpa de nada se é sentimento meu. Tenho que tentar melhorar clube que trabalho em todas as partes, principalmente em campo. Conversei com presidente hoje pela manhã, não quis ofender ninguém. É um sentimento que tenho de melhorar. Não é crítica a A, B ou C. Eu também sou profissional e devo melhorar?, disse Cuca, em entrevista coletiva.

?Não pedi desculpa. Se precisasse, faria assim como com a Polícia Militar, que realmente errei. Quero cuidar do campo, ele está certíssimo no que diz. Vou cuidar da parte técnica?, completou.

Questionado na sequência sobre problemas estruturais no CT Rei Pelé, conforme apontado em publicação do UOL nesta sexta-feira, o treinador disse que quer ajudar além das quatro linhas.

?Cabe a mim, sou profissional da área, tenho experiência. Não é só no campo. Esse CT teve muita ajuda do Luxemburgo quando foi feito. E não foi de valia? Não é só dentro de campo. Vou ajudar de forma interna. Só respondi a uma pergunta de um colega (sobre os erros administrativos)?, concluiu.

O caso Sánchez, escalado de forma irregular de acordo com a Conmebol, foi a motivação do atrito entre técnico e presidente. Cuca viu parcela de erro do clube na história. Peres garante que não.

Gazeta Esportiva

TAGS