PUBLICIDADE
Esportes

Maestro do Santos, Bryan Ruiz estuda para ser técnico em escola argentina

O Santos contratou Bryan Ruiz como seu novo maestro, responsável por reger o time no meio-campo. E o costarriquenho quer ser também um maestro na origem castelhana da palavra: um professor. Ruiz é aluno da Associação de Treinadores do Futebol Argentino, escola responsável pela formação de todos os técnicos do país desde 1994, reveladora de [?]

09:30 | 18/07/2018

O Santos contratou Bryan Ruiz como seu novo maestro, responsável por reger o time no meio-campo. E o costarriquenho quer ser também um maestro na origem castelhana da palavra: um professor.

Ruiz é aluno da Associação de Treinadores do Futebol Argentino, escola responsável pela formação de todos os técnicos do país desde 1994, reveladora de nomes como Diego Simeone (Atlético de Madrid-ESP), Jorge Sampaoli (ex-Argentina), Marcelo Bielsa (Leeds United-ING) e José Pékerman (seleção colombiana).

O meia do Peixe e capitão da Costa Rica está no Primeiro Nível (a licença B), desenvolvida para comandar times de base até o sub-15. Com aulas online, Ruiz já aprendeu sobre parte técnica, tática, preparação física e até psicológica, como medicina esportiva e neurociências. As referências são as seguintes: aluno aplicado, muito correto, responsável e com nível sócio-cultural elevado. A rotina de atleta faz com que o curso, previsto para um ano, seja paralisado e retomado com frequência. A prova final é em Buenos Aires.

?A rigorosidade do curso é muito alta, com exercitações e exames cronometrados a cada semana. Para formar os melhores, só exigindo e entregando o melhor. A modalidade online permite que atletas em atividade que moram em qualquer parte do mundo, e vivem viajando com clubes e seleções, possam continuar estudando e se qualificando. Muitos jogadores se formaram e continuam em atividade, um diferencial dentro de campo também, além de uma grande ajuda e facilidade para o treinador contar com atletas com conhecimentos acima da média. Argentinos como Mascherano, D?Alessandro, Demichelis, Zabaleta e Pablo Aimar finalizaram o curso ou ainda estão aprendendo?, disse Leo Samaja, argentino que vive em Florianópolis e coordena a ATFA no Brasil, à Gazeta Esportiva.

Bryan Ruiz deu um spoiler de seu conhecimento tático na apresentação oficial como jogador do Santos, na semana passada. O meia de 32 anos falou de suas funções e analisou o Peixe depois de assistir à derrota por 1 a 0 para o Monterrey, em amistoso no México.

?No meio-campo é onde a equipe precisa algo a mais, que pause ou acelere dependendo das condições. Tenho essa experiência para me entrosar com os colegas e jogar a bola aos atacantes. Tenho visto que são muito rápidos e possuem qualidade. É conciliar o ritmo do jogo, controlar o meio-campo, e sei que o Santos gosta de tocar a bola pé a pé. Assisti ao jogo contra o Monterrey e tive a dimensão de como o time joga. Foi um amistoso, é diferente, mas dá uma ideia. Vi os jogadores, a idade, a combinação de experiência de novos com os mais rodados. Isso dá muita força. É o que eu conheço por agora?, explicou.

Jorge Jesus, hoje no Al-Hilal, da Arábia Saudita, dirigiu Ruiz no Sporting-POR. O técnico, o melhor da carreira do costarriquenho de acordo com o próprio, destacou o conhecimento do meia em entrevista coletiva de maio de 2016. Bryan foi revelado pelo Alajuelense-CRC e passou por Gent-BEL, Twente-HOL, Fulham-ING e PSV-HOL.

?Bryan é um Deus na Costa Rica, é um maestro em tudo, com ótima leitura de jogo um exemplo para os mais jovens. É um dos nossos capitães, tem esse perfil e pode ajudar ao time em muitos aspectos. O Sporting tem a sorte de contar com ele?, afirmou Jesus.

O maestro do Santos ganhou uma semana de descanso e começará os treinos ainda nessa semana no CT Rei Pelé. Ele não enfrentará o Palmeiras nesta quinta-feira, às 20h (de Brasília), no Pacaembu, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro. Ainda não há previsão de estreia.

Gazeta Esportiva

TAGS
Maestro do Santos, Bryan Ruiz estuda para ser técnico em escola argentinaSantos Futebol Clube | Times | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes

Maestro do Santos, Bryan Ruiz estuda para ser técnico em escola argentina

O Santos contratou Bryan Ruiz como seu novo maestro, responsável por reger o time no meio-campo. E o costarriquenho quer ser também um maestro na origem castelhana da palavra: um professor. Ruiz é aluno da Associação de Treinadores do Futebol Argentino, escola responsável pela formação de todos os técnicos do país desde 1994, reveladora de [?]

09:30 | 18/07/2018

O Santos contratou Bryan Ruiz como seu novo maestro, responsável por reger o time no meio-campo. E o costarriquenho quer ser também um maestro na origem castelhana da palavra: um professor.

Ruiz é aluno da Associação de Treinadores do Futebol Argentino, escola responsável pela formação de todos os técnicos do país desde 1994, reveladora de nomes como Diego Simeone (Atlético de Madrid-ESP), Jorge Sampaoli (ex-Argentina), Marcelo Bielsa (Leeds United-ING) e José Pékerman (seleção colombiana).

O meia do Peixe e capitão da Costa Rica está no Primeiro Nível (a licença B), desenvolvida para comandar times de base até o sub-15. Com aulas online, Ruiz já aprendeu sobre parte técnica, tática, preparação física e até psicológica, como medicina esportiva e neurociências. As referências são as seguintes: aluno aplicado, muito correto, responsável e com nível sócio-cultural elevado. A rotina de atleta faz com que o curso, previsto para um ano, seja paralisado e retomado com frequência. A prova final é em Buenos Aires.

?A rigorosidade do curso é muito alta, com exercitações e exames cronometrados a cada semana. Para formar os melhores, só exigindo e entregando o melhor. A modalidade online permite que atletas em atividade que moram em qualquer parte do mundo, e vivem viajando com clubes e seleções, possam continuar estudando e se qualificando. Muitos jogadores se formaram e continuam em atividade, um diferencial dentro de campo também, além de uma grande ajuda e facilidade para o treinador contar com atletas com conhecimentos acima da média. Argentinos como Mascherano, D?Alessandro, Demichelis, Zabaleta e Pablo Aimar finalizaram o curso ou ainda estão aprendendo?, disse Leo Samaja, argentino que vive em Florianópolis e coordena a ATFA no Brasil, à Gazeta Esportiva.

Bryan Ruiz deu um spoiler de seu conhecimento tático na apresentação oficial como jogador do Santos, na semana passada. O meia de 32 anos falou de suas funções e analisou o Peixe depois de assistir à derrota por 1 a 0 para o Monterrey, em amistoso no México.

?No meio-campo é onde a equipe precisa algo a mais, que pause ou acelere dependendo das condições. Tenho essa experiência para me entrosar com os colegas e jogar a bola aos atacantes. Tenho visto que são muito rápidos e possuem qualidade. É conciliar o ritmo do jogo, controlar o meio-campo, e sei que o Santos gosta de tocar a bola pé a pé. Assisti ao jogo contra o Monterrey e tive a dimensão de como o time joga. Foi um amistoso, é diferente, mas dá uma ideia. Vi os jogadores, a idade, a combinação de experiência de novos com os mais rodados. Isso dá muita força. É o que eu conheço por agora?, explicou.

Jorge Jesus, hoje no Al-Hilal, da Arábia Saudita, dirigiu Ruiz no Sporting-POR. O técnico, o melhor da carreira do costarriquenho de acordo com o próprio, destacou o conhecimento do meia em entrevista coletiva de maio de 2016. Bryan foi revelado pelo Alajuelense-CRC e passou por Gent-BEL, Twente-HOL, Fulham-ING e PSV-HOL.

?Bryan é um Deus na Costa Rica, é um maestro em tudo, com ótima leitura de jogo um exemplo para os mais jovens. É um dos nossos capitães, tem esse perfil e pode ajudar ao time em muitos aspectos. O Sporting tem a sorte de contar com ele?, afirmou Jesus.

O maestro do Santos ganhou uma semana de descanso e começará os treinos ainda nessa semana no CT Rei Pelé. Ele não enfrentará o Palmeiras nesta quinta-feira, às 20h (de Brasília), no Pacaembu, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro. Ainda não há previsão de estreia.

Gazeta Esportiva

TAGS
Maestro do Santos, Bryan Ruiz estuda para ser técnico em escola argentinaSantos Futebol Clube | Times | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes

Maestro do Santos, Bryan Ruiz estuda para ser técnico em escola argentina

O Santos contratou Bryan Ruiz como seu novo maestro, responsável por reger o time no meio-campo. E o costarriquenho quer ser também um maestro na origem castelhana da palavra: um professor. Ruiz é aluno da Associação de Treinadores do Futebol Argentino, escola responsável pela formação de todos os técnicos do país desde 1994, reveladora de [?]

09:30 | 18/07/2018

O Santos contratou Bryan Ruiz como seu novo maestro, responsável por reger o time no meio-campo. E o costarriquenho quer ser também um maestro na origem castelhana da palavra: um professor.

Ruiz é aluno da Associação de Treinadores do Futebol Argentino, escola responsável pela formação de todos os técnicos do país desde 1994, reveladora de nomes como Diego Simeone (Atlético de Madrid-ESP), Jorge Sampaoli (ex-Argentina), Marcelo Bielsa (Leeds United-ING) e José Pékerman (seleção colombiana).

O meia do Peixe e capitão da Costa Rica está no Primeiro Nível (a licença B), desenvolvida para comandar times de base até o sub-15. Com aulas online, Ruiz já aprendeu sobre parte técnica, tática, preparação física e até psicológica, como medicina esportiva e neurociências. As referências são as seguintes: aluno aplicado, muito correto, responsável e com nível sócio-cultural elevado. A rotina de atleta faz com que o curso, previsto para um ano, seja paralisado e retomado com frequência. A prova final é em Buenos Aires.

?A rigorosidade do curso é muito alta, com exercitações e exames cronometrados a cada semana. Para formar os melhores, só exigindo e entregando o melhor. A modalidade online permite que atletas em atividade que moram em qualquer parte do mundo, e vivem viajando com clubes e seleções, possam continuar estudando e se qualificando. Muitos jogadores se formaram e continuam em atividade, um diferencial dentro de campo também, além de uma grande ajuda e facilidade para o treinador contar com atletas com conhecimentos acima da média. Argentinos como Mascherano, D?Alessandro, Demichelis, Zabaleta e Pablo Aimar finalizaram o curso ou ainda estão aprendendo?, disse Leo Samaja, argentino que vive em Florianópolis e coordena a ATFA no Brasil, à Gazeta Esportiva.

Bryan Ruiz deu um spoiler de seu conhecimento tático na apresentação oficial como jogador do Santos, na semana passada. O meia de 32 anos falou de suas funções e analisou o Peixe depois de assistir à derrota por 1 a 0 para o Monterrey, em amistoso no México.

?No meio-campo é onde a equipe precisa algo a mais, que pause ou acelere dependendo das condições. Tenho essa experiência para me entrosar com os colegas e jogar a bola aos atacantes. Tenho visto que são muito rápidos e possuem qualidade. É conciliar o ritmo do jogo, controlar o meio-campo, e sei que o Santos gosta de tocar a bola pé a pé. Assisti ao jogo contra o Monterrey e tive a dimensão de como o time joga. Foi um amistoso, é diferente, mas dá uma ideia. Vi os jogadores, a idade, a combinação de experiência de novos com os mais rodados. Isso dá muita força. É o que eu conheço por agora?, explicou.

Jorge Jesus, hoje no Al-Hilal, da Arábia Saudita, dirigiu Ruiz no Sporting-POR. O técnico, o melhor da carreira do costarriquenho de acordo com o próprio, destacou o conhecimento do meia em entrevista coletiva de maio de 2016. Bryan foi revelado pelo Alajuelense-CRC e passou por Gent-BEL, Twente-HOL, Fulham-ING e PSV-HOL.

?Bryan é um Deus na Costa Rica, é um maestro em tudo, com ótima leitura de jogo um exemplo para os mais jovens. É um dos nossos capitães, tem esse perfil e pode ajudar ao time em muitos aspectos. O Sporting tem a sorte de contar com ele?, afirmou Jesus.

O maestro do Santos ganhou uma semana de descanso e começará os treinos ainda nessa semana no CT Rei Pelé. Ele não enfrentará o Palmeiras nesta quinta-feira, às 20h (de Brasília), no Pacaembu, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro. Ainda não há previsão de estreia.

Gazeta Esportiva

TAGS