PUBLICIDADE
Esportes

Santos não quer que Léo Cittadini siga caminho de Lucas Lima

O Santos vive impasse pela renovação de Léo Cittadini, meio-campista com contrato até dezembro deste ano. O Peixe não teve resposta pela proposta de renovação e já decidiu por caminho diferente de Lucas Lima, hoje no Palmeiras. O meia, mesmo decidido pela saída em 2017, continuou à disposição. Se Cittadini optar por ser negociado, treinará [?]

09:30 | 12/06/2018

O Santos vive impasse pela renovação de Léo Cittadini, meio-campista com contrato até dezembro deste ano. O Peixe não teve resposta pela proposta de renovação e já decidiu por caminho diferente de Lucas Lima, hoje no Palmeiras. O meia, mesmo decidido pela saída em 2017, continuou à disposição. Se Cittadini optar por ser negociado, treinará separadamente.

A oferta final do Peixe é de R$ 150 mil por mês, em contrato que duraria pelos próximos quatro anos, além de luvas. Léo Cittadini foi procurado recentemente por quatro clubes: Pumas, Puebla e Querétaro, do México, e Sampdoria, da Itália.

?Não temos novidades, tínhamos dado prazo para resolver o problema, fizemos proposta muito boa. Se não quiser fechar contrato, não vai jogar. Não vamos jogar com quem tem contrato para terminar em seis meses. Sem dúvida (se não fechar, não joga). Não é castigo, é questão de ordem. Não pode acontecer o que aconteceu com Lucas Lima, jogando sem cabeça e foi embora. E o clube perdeu uma grana grande?, disse o presidente José Carlos Peres, nesta segunda-feira, na Vila Belmiro.

Revelado nas categorias de base do Santos, Léo Cittadini tem 24 anos e é utilizado frequentemente pelo técnico Jair Ventura. Ao todo, são 19 partidas e nenhum gol na temporada.

Indeciso sobre a permanência, Léo quer esperar pela abertura da janela internacional de transferências para avaliar propostas. A ideia do meia e de seus representantes é compensar o Santos em caso de saída.

Gazeta Esportiva

TAGS