PUBLICIDADE
Esportes

Jair divide diretoria, e Santos espera até domingo para avaliar permanência

Antes unanimidade na diretoria do Santos, Jair Ventura está na berlinda. O técnico corre risco de demissão após mais uma derrota, desta vez para o Atlético-PR, por 2 a 0, nesta quinta-feira, na Arena da Baixada, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro. O Peixe vai esperar pelo jogo de domingo, contra o Vitória, na Vila [?]

00:00 | 01/06/2018

Antes unanimidade na diretoria do Santos, Jair Ventura está na berlinda. O técnico corre risco de demissão após mais uma derrota, desta vez para o Atlético-PR, por 2 a 0, nesta quinta-feira, na Arena da Baixada, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro.

O Peixe vai esperar pelo jogo de domingo, contra o Vitória, na Vila Belmiro, para deliberar. A decisão pela demissão ou permanência precisa passar por votação no Comitê de Gestão, formado pelo presidente José Carlos Peres, o vice Orlando Rollo e sete dirigentes. Reuniões do colegiado costumam ocorrer às segundas-feiras.

Peres está em Londres, na Inglaterra, na chefia da delegação da seleção brasileira na preparação para a Copa do Mundo na Rússia. O mandatário volta na segunda-feira. Em rápido contato com a Gazeta Esportiva, o presidente foi ponderado e falou que é preciso ter calma neste momento: ?Vamos ver. Temos que restabelecer a ordem primeiro?.

Presidente interino, Orlando Rollo está com a delegação do Santos em Curitiba. O vice também foi ouvido pela reportagem, negou a demissão neste momento e se limitou a dizer que ?a decisão tem que passar pelo Comitê de Gestão?.

Mesmo irregular, o Santos está nas oitavas de final da Libertadores e quartas da Copa do Brasil. Em compensação, o Peixe ocupa a 18ª colocação e está na zona do rebaixamento no Campeonato Brasileiro. O alvinegro foi eliminado na semifinal do Paulistão.

Gazeta Esportiva

TAGS