PUBLICIDADE
Esportes

Com vários ?negociáveis?, Santos pode aumentar número de reforços

O Santos deve ser um dos protagonistas na janela internacional de transferências. Depois de Rodrygo no Real Madrid-ESP, o Peixe está perto de negociar Lucas Veríssimo e vê outros com boa possibilidade de negócio. A previsão inicial do alvinegro era trazer cinco reforços ? um volante, dois meias e dois atacantes-, mas, dependendo da procura [?]

11:00 | 18/06/2018

O Santos deve ser um dos protagonistas na janela internacional de transferências. Depois de Rodrygo no Real Madrid-ESP, o Peixe está perto de negociar Lucas Veríssimo e vê outros com boa possibilidade de negócio.

A previsão inicial do alvinegro era trazer cinco reforços ? um volante, dois meias e dois atacantes-, mas, dependendo da procura europeia, o número pode aumentar. Jailson, do Grêmio, é quem mais tem chances de assinar contrato neste momento. O volante viria em acordo por quatro temporadas.

A base do time para o segundo semestre tem Vanderlei, Victor Ferraz, Gustavo Henrique ou Luiz Felipe, David Braz, Dodô, Alison, Bruno Henrique, Rodrygo, Eduardo Sasha e Gabigol. Esses, no planejamento da diretoria, só saem em caso de ?propostas irrecusáveis?. A prioridade é reforçar o meio-campo, formado por Alison, Diego Pituca e Jean Mota nas últimas rodadas antes da pausa para a Copa do Mundo na Rússia.

O Santos quer definir nesta semana a permanência ou não do técnico Jair Ventura e a contratação de Ricardo Gomes como executivo de futebol. O Peixe garante ter negociações encaminhadas, mas quer o aval do treinador e do diretor para prosseguir.

Lucas Veríssimo

O zagueiro está sendo disputado por Lyon-FRA e Torino-ITA. Os franceses estão à frente neste momento por já terem oferecido nove milhões de euros (R$ 39 mi). O Santos aguarda por melhores propostas e não tem pressa neste momento. A ideia é promover uma espécie de leilão e receber a maior quantia possível.

Daniel Guedes

O lateral de 24 anos vira e mexe é procurado pelo futebol italiano, como o Napoli-ITA recentemente. Seus representantes não descartam uma venda nesta janela. O Menino da Vila optou pela permanência para buscar espaço no elenco e conseguiu se tornar titular com Jair Ventura, mas não correspondeu à altura e voltou a ser reserva.

Vecchio

O meio-campista quer ser negociado. Depois de ser titular no início da temporada, o argentino perdeu espaço e não atua desde o dia 17 de maio, contra o Luverdense. Voltar ao país de origem é prioridade. Sondagens do futebol chinês e árabe chegaram nos últimos meses.

Jean Mota

Titular com Jair, o meia é mais um com boa chance de ser vendido. A polivalência do atleta de 24 anos chama a atenção do futebol europeu. Borussia Mönchengladbach-ALE e Fenerbahçe-TUR prometem propostas na janela. O armador pode atuar como lateral-esquerdo, volante e ponta.

Vitor Bueno

O meia foi à Itália para tirar o passaporte comunitário. Com o documento, ele não preencheria vaga de estrangeiro em clubes italianos. A obtenção do visto foi uma precaução de seus empresários, cientes da possibilidade de negócio durante a janela. O jovem está descontente com os poucos jogos na temporada e vê com bons olhos uma oportunidade na Europa.

Copete

Atlético-MG, Vitória e Atlético Nacional-COL tentaram contratá-lo por empréstimo, mas o Santos avisou aos seus representantes que quer negociá-lo em definitivo. E o preço estipulado é alto ? 5 milhões de dólares (R$ 18,7 mi). Em 2017, o colombiano foi alvo da Arábia e China.

Léo Cittadini

Com contrato até dezembro e a possibilidade de assinar um pré-acordo com qualquer clube a partir de julho, o meia deve ser alvo de diversos clubes. Seus empresários aguardam a formalização de várias sondagens recentes, como Puebla, Pumas, Queretaro, do México, e Sampdoria, da Itália. Se o meia não aceitar a proposta de renovação, o Santos receberia apenas uma compensação financeira para liberá-lo com antecedência.

Gazeta Esportiva

TAGS