PUBLICIDADE
Esportes

Em fases opostas, Santos e Cruzeiro medem forças no Pacaembu

Em má fase, o Santos busca a reabilitação diante do Cruzeiro neste domingo, às 16h (de Brasília), no Pacaembu, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro. O Peixe não vence há três jogos. Dos últimos sete, perdeu quatro. E o empate em 0 a 0 diante do Real Garcilaso-PER na última quinta-feira, na Vila Belmiro, pela [?]

09:30 | 27/05/2018

Em má fase, o Santos busca a reabilitação diante do Cruzeiro neste domingo, às 16h (de Brasília), no Pacaembu, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro. O Peixe não vence há três jogos. Dos últimos sete, perdeu quatro. E o empate em 0 a 0 diante do Real Garcilaso-PER na última quinta-feira, na Vila Belmiro, pela Libertadores, irritou a torcida, mesmo com a classificação na liderança do Grupo 6.

A Raposa, em compensação, está bem. Venceu o Racing-ARG por 2 a 1 na última terça-feira, em casa, e avançou como líder do Grupo 5. Nos últimos sete jogos, cinco vitórias, um empate e uma derrota. E no único revés, com reservas, perdeu o clássico para o Atlético-MG por 1 a 0.

Para se recuperar, o alvinegro conta com os retornos de Léo Cittadini e Bruno Henrique. A dupla está recuperada e foi liberada pelo departamento médico. Vitor Bueno, em compensação, só voltará depois da Copa do Mundo. Victor Ferraz, Alison, Guilherme Nunes e Arthur Gomes seguem fora.

?Em casa temos feito nosso dever de casa e temos um grande jogo contra o Cruzeiro para voltar a vencer e não desgarrar na tabela. Queremos estar sempre na parte de cima, que é o lugar do Santos?, disse o técnico Jair Ventura.

O técnico Mano Menezes ainda tem problema para arrumar o Cruzeiro para o duelo contra o Santos, neste domingo. O treinador, porém, recebeu uma boa notícia com Dedé. Arrascaeta, na seleção uruguaia, é desfalque certo.

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) enviou comunicado liberando o jogador para atuar até o início da Copa do Mundo. Com isso, Dedé vai para o duelo contra o Santos. Por outro lado, o volante Henrique foi poupado dos últimos treinamentos e não sabe se poderá atuar. Além dele, o atacante Sassá também é dúvida para o confronto. Na frente, Rafinha também pode ficar fora e Rafael Sóbis pode ser a opção.

?O mais importante é a filosofia de jogar. Sabemos o que queremos, o que acreditamos mais. Com as conquistas, isso vai se afirmando. O sistema pode variar um pouco. É lógico que, se jogar Rafinha, é de um jeito, Robinho, é de outro. São características diferentes. Vamos adaptando esses ajustes jogo a jogo. A ideia de jogar, posicionamento, fechar linhas, seja laterais ou de profundidade, defender bem, estar preparado em termos de recuperação da bola, são bem enraizadas nesse grupo. Quaisquer ajustes, a equipe pode produzir?, afirmou o treinador.

O Santos, com uma partida, a menos, é o 15º colocado no Brasileirão, com seis pontos. O Cruzeiro é o 13º, com sete. Disputando Campeonato Brasileiro, Copa do Brasil e Libertadores, as equipes têm se dividido entre as competições e sofrido com desfalques.

FICHA TÉCNICA

Santos x Cruzeiro

Data: 27/05/2018

Horário: 16h (de Brasília)

Árbitro: Paulo Roberto Alves Junior (PR)

Assistentes: Pedro Martinelli Christino e Luciano Roggenbaum

Santos: Vanderlei, Daniel Guedes, Lucas Veríssimo, David Braz e Dodô; Yuri, Léo Cittadini (Jean Mota) e Rodrygo; Gabigol, Bruno Henrique (Diego Pituca) e Eduardo Sasha.

Técnico: Jair Ventura

Cruzeiro: Fábio; Edilson, Dedé, Léo e Egídio; Henrique (Ariel Cabral) e Lucas Silva, Robinho, Sobis e Thiago Neves; Sassá

Técnico: Mano Menezes

Gazeta Esportiva

TAGS