PUBLICIDADE
Esportes

Cittadini ?frustra? Santos, que segue sem resposta por renovação

A expectativa do Santos em relação à renovação do contrato de Léo Cittadini segue sem ser atendida. José Carlos Peres esperava uma resposta por parte do estafe do jogador antes de viajar para Londres com a Seleção Brasileira, a convite da CBF (Confederação Brasileira de Futebol). O presidente embarca neste domingo e, até então, não [?]

09:15 | 27/05/2018

A expectativa do Santos em relação à renovação do contrato de Léo Cittadini segue sem ser atendida. José Carlos Peres esperava uma resposta por parte do estafe do jogador antes de viajar para Londres com a Seleção Brasileira, a convite da CBF (Confederação Brasileira de Futebol). O presidente embarca neste domingo e, até então, não recebeu nenhum posicionamento a respeito do assunto.

A oferta final do Peixe ao meio-campista, cujo vínculo atual se encerra em dezembro deste ano, foi feita há algum tempo e não deve sofrer mais alterações em nenhuma de suas cláusulas. Estima-se uma proposta na casa dos R$ 150 mil por mês, em contrato que duraria pelos próximos quatro anos, além de luvas.

Na última quarta-feira, em coletiva de imprensa concedida em São Paulo, Peres pressionou Cittadini por uma resposta, dizendo que o clube ?não vai esperar muito? e que queria um posicionamento ?já nos próximos dias?. Posicionamento este que não aconteceu. Agora, a situação só deve ser resolvida quando o mandatário estiver de volta ao território brasileiro, depois de acompanhar a Seleção Brasileira em amistoso contra a Croácia, em Liverpool, no dia três de junho.

Se a sinalização demorar ou as condições forem rejeitadas, Cittadini treinará separadamente ou na equipe sub-23 do Santos. Aos 24 anos de idade, está em alta no mercado e, recentemente, foi procurado por quatro clubes: Pumas, Puebla e Querétaro, do México, e Sampdoria, da Itália. A princípio, o jogador tem interesse em permanecer na Vila Belmiro, mas acredita que possa receber uma proposta melhor do exterior nas próximas semanas.

O maior receio da diretoria santista é que o meia se torne um ?novo Lucas Lima?, que não respondeu às propostas de renovação do clube e acabou selando sua transferência ao Palmeiras, sem custos, ao fim de seu contrato.

Gazeta Esportiva

TAGS