PUBLICIDADE
Esportes

Após Caixa e Philco, Santos busca outros três patrocínios

Depois de acertar com a Philco para as costas do uniforme e encaminhar o patrocínio máster da Caixa Econômica Federal, o Santos segue à procura de novos parceiros. As negociações são conduzidas por Marcelo Frazão, novo diretor de marketing. O Peixe quer comercializar outras três propriedades do uniforme: omoplata (abaixo do ombro), parte superior das [?]

06:15 | 04/05/2018

Depois de acertar com a Philco para as costas do uniforme e encaminhar o patrocínio máster da Caixa Econômica Federal, o Santos segue à procura de novos parceiros. As negociações são conduzidas por Marcelo Frazão, novo diretor de marketing.

O Peixe quer comercializar outras três propriedades do uniforme: omoplata (abaixo do ombro), parte superior das costas e o número. O calção terá a mesma marca do máster (provavelmente a Caixa). O alvinegro já tem a Algar na barra da camisa.

 

A Caixa pagará R$ 10,8 milhões fixos em contrato de um ano, além de bônus que podem alcançar R$ 16 milhões em caso de disputa de título no Campeonato Brasileiro, Copa do Brasil e Libertadores da América. Os valores da Philco não foram revelados até o momento.

Os novos contratos de patrocínio ajudarão nas contas do Santos, ainda conturbadas depois da gestão de Modesto Roma. O Peixe tem conseguido pagar salários em dia, porém, perdeu força para buscar reforços no mercado.

Gazeta Esportiva

TAGS