Santos se vê no limite por renovação e teme saída de Léo CittadiniSantos Futebol Clube | Times | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes


Santos se vê no limite por renovação e teme saída de Léo Cittadini

O Santos está preocupado com o futuro de Léo Cittadini. O Peixe se vê no limite na negociação pela renovação de contrato e não tem condições de competir com os clubes interessados: Pumas-MEX e Sampdoria-ITA. O alvinegro oferece mais de R$ 100 mil por mês a Cittadini, em um contrato de quatro anos, com uma [?]

08:15 | 28/04/2018

O Santos está preocupado com o futuro de Léo Cittadini. O Peixe se vê no limite na negociação pela renovação de contrato e não tem condições de competir com os clubes interessados: Pumas-MEX e Sampdoria-ITA.

O alvinegro oferece mais de R$ 100 mil por mês a Cittadini, em um contrato de quatro anos, com uma quantia pequena de luvas. O valor é considerado bom para quem tem status de titular pela primeira vez desde que foi promovido ao elenco profissional, em 2013.

Cittadini, por sua vez, tem interesse na permanência, mas sabe que pode ganhar bem mais fora do Brasil. Há a possibilidade de um pré-contrato a partir de julho, com a saída de graça em janeiro de 2019. Seu contrato vai até dezembro deste ano.

O Pumas formalizou uma proposta ao Santos pelo meia de 24 anos. E a Sampdoria prometeu uma oferta nos próximos dias, com o envolvimento de Dodô, emprestado até o fim do ano pelo clube italiano. O lateral-esquerdo poderia ficar em definitivo em troca de Cittadini.

Meia de origem, Léo Cittadini se firmou no Santos como um ?médio?, um jogador que defende e chega ao ataque com qualidade no esquema de Jair Ventura. O técnico vê a renovação do atleta como fundamental.

Gazeta Esportiva

TAGS