PUBLICIDADE
Esportes

Experiência, contra-ataque e jogo aéreo: o que o Santos espera do Nacional

O técnico Jair Ventura, do Santos, estudou muito o Nacional-URU, adversário desta quinta-feira, às 19h15 (de Brasília), no Pacaembu, pela segunda rodada da fase de grupos da Libertadores. Muitas informações foram colhidas pelo departamento de análise de desempenho. Depois de ?fazer a lição de casa?, o Peixe espera por um rival cauteloso nesta quinta. A [?]

06:15 | 15/03/2018

O técnico Jair Ventura, do Santos, estudou muito o Nacional-URU, adversário desta quinta-feira, às 19h15 (de Brasília), no Pacaembu, pela segunda rodada da fase de grupos da Libertadores. Muitas informações foram colhidas pelo departamento de análise de desempenho.

Depois de ?fazer a lição de casa?, o Peixe espera por um rival cauteloso nesta quinta. A expectativa é de um time recuado para contra-atacar, apostando no forte jogo aéreo. Os defensores Corujo e Polenta têm bom aproveitamento nas bolas paradas.

O Nacional deve jogar no 4-4-1-1, com uma linha de quatro bem recuada, dois volantes, dois pontas, um meia com liberdade e um centroavante. Esse armador será Viúdez, jogador experiente e com passagem pelo Milan-ITA. É ele o responsável por escanteios e faltas.

Uma das características dos uruguaios é a experiência. A maioria dos atletas são rodados e a obediência tática é um dos pontos fortes da equipe dirigida por Alexander Medina. O alvinegro pode esperar por catimba e muitas faltas sofridas. A ideia dos visitantes é amarrar ao máximo a partida.

Para superar o Nacional, Jair conta com o time titular descansado. Os principais jogadores não enfrentaram o São Bento, no último domingo, e tiveram quatro treinamentos táticos. A comissão técnica prezou pela posse de bola, triangulações ofensivas, finalizações e o ensaio de bolas paradas.

A tendência é que Jean Mota seja mantido na lateral, com Rodrygo como opção no ataque. O provável time titular é Vanderlei, Daniel Guedes, Lucas Veríssimo, David Braz e Jean; Alison; Eduardo Sasha, Léo Cittadini, Vecchio e Rodrygo; Gabigol.

Como perdeu na primeira rodada para o Real Garcilaso, no Peru, o Peixe precisa da vitória em casa. O Estudiantes-ARG venceu os peruanos e assumiram a liderança do grupo, com quatro pontos. Garcilaso tem três. Nacional um e o alvinegro, nenhum.

Gazeta Esportiva

TAGS