PUBLICIDADE
Santos

Santos supera o Mirassol nos pênaltis e avança à terceira fase

O Santos está classificado para a terceira fase da Copa São Paulo. Na noite desta quinta-feira, em Novo Horizonte, os Meninos da Vila precisaram dos pênaltis para avançar diante do Mirassol. Após empate por 1 a 1 com a bola rolando, com gols de Walison Madalena no primeiro tempo e Lucas Rodrigues no segundo, o […]

22:15 | 11/01/2018

O Santos está classificado para a terceira fase da Copa São Paulo. Na noite desta quinta-feira, em Novo Horizonte, os Meninos da Vila precisaram dos pênaltis para avançar diante do Mirassol. Após empate por 1 a 1 com a bola rolando, com gols de Walison Madalena no primeiro tempo e Lucas Rodrigues no segundo, o time do litoral paulista contou com uma defesa de Renan em cobrança de João Guilherme para triunfar por 5 a 4.

O adversário do Santos na próxima etapa da Copinha será o Figueirense, que derrotou o Novorizontino por 1 a 0 na preliminar.

O jogo – Com o gramado do Estádio Jorjão bastante prejudicado, as duas equipes tiveram dificuldades para evoluir ofensivamente. O Mirassol soube lidar melhor com as condições adversas e, desde o princípio do jogo, incomodou mais o Santos, principalmente pelo lado esquerdo do gramado.

Foi o Santos, contudo, que largou na frente no placar. Aos 42 minutos, Walison Madalena ajeitou a bola de fora da área e chutou com muita força, no alto. Estático, o goleiro Matheus Aurélio só assistiu à rede sacudir. “Mas os caras têm um time muito bom, muito alto e muito forte. Vamos melhorar mais”, alertou o atacante santista.

De fato, o Mirassol era perigoso. O time do interior paulista continuou a ter mais posse de bola do que o Santos após o intervalo. E, de tanto insistir, mesmo sem ser envolvente, chegou ao empate. Aos nove minutos, Lucas Rodrigues recebeu enfiada de bola na ponta esquerda e, antes de entrar na área, concluiu rasteiro na saída do goleiro Renan.

Com as entradas de Bruno Moreira e Sandry, de apenas 15 anos, nos lugares de Alexandre Tam e Wagner Leonardo, o Santos passou a se cobrar dentro de campo para dar uma resposta ao Mirassol. E até se tornou mais presente no ataque, animado a sua torcida, que gastava a voz nas arquibancadas.

Aos 21 minutos, por exemplo, Bruno Moreira clareou da ponta esquerda e finalizou colocado, buscando o canto. Acertou a trave. Daquele momento até o final do jogo, Santos e Mirassol se mostraram bastante combativos, porém não foram incisivos o suficiente para evitar a definição nos pênaltis.

Da marca da cal, o Santos teve 100% de aproveitamento com Guilherme Nunes, Bruno Pelegrini, Bruno Moreira, Gabriel Calabres e Kaio Jorge. Pelo Mirassol, João Guilherme desperdiçou logo a primeira cobrança, parando na defesa do provocador goleiro Renan.

Gazeta Esportiva

Recomendadas para você

Comentários