PUBLICIDADE
Esportes

Santos aposta em novo técnico e dupla contestada na estreia

Na primeira partida sob o comando de Jair Ventura, o Santos estreia no Campeonato Paulista contra o Linense, nesta quarta-feira, às 19h30 (horário de Brasília), no Estádio Gilbertão, em Lins. A preparação foi iniciada no dia 3 de janeiro. O técnico contou com menos de duas semanas para armar a equipe titular, com o único [?]

19:15 | 16/01/2018

Na primeira partida sob o comando de Jair Ventura, o Santos estreia no Campeonato Paulista contra o Linense, nesta quarta-feira, às 19h30 (horário de Brasília), no Estádio Gilbertão, em Lins.

A preparação foi iniciada no dia 3 de janeiro. O técnico contou com menos de duas semanas para armar a equipe titular, com o único reforço à disposição sendo o lateral-esquerdo Romário, já que o atacante Eduardo Sasha ainda aprimora a forma física.

?Vai demorar um tempinho para chegarmos à forma ideal. Esse primeiro jogo será mais difícil, porque a gente vem de um acúmulo de treinos muito fortes. Mesmo assim, poderemos ver algumas ideias (do novo técnico). Sei que a equipe vai estar pronta o mais rápido possível?, disse o técnico Jair Ventura, em entrevista coletiva na última segunda-feira.

A maior dificuldade de Jair é repor Lucas Lima e Ricardo Oliveira. A dupla deixou o Peixe no fim de 2017. Neste primeiro momento, o treinador deve optar por dois jogadores que ainda não vingaram no clube: o meia Vecchio e o centroavante Rodrigão.

Vecchio teve 15 chances na temporada passada, jogando como armador e também como segundo volante. Em nenhum momento, porém, foi titular absoluto. Fez um gol no ano.

Rodrigão teve bom início no Campeonato Paulista de 2017, com três gols em três jogos, mas perdeu espaço para Ricardo Oliveira e Kayke no decorrer do semestre. Acabou emprestado ao Bahia no Brasileirão. Em Salvador, vinha bem em campo, com cinco gols em 14 partidas, mas acabou devolvido por indisciplina: ele foi flagrado bebendo cerveja em uma festa, às vésperas do clássico contra o Vitória.

Com pouco tempo de trabalho, a comissão técnica optou por regime intensivo no CT Rei Pelé, com jornadas em dois períodos, sem folgas para o elenco. Em entrevistas coletivas, todos os atletas destacaram a intensidade das atividades.

?É um treinador que estudou bastante para estar aqui. Ele tem um método diferente de outros que já trabalhei, mas é tudo muito bem definido. Gosta de trabalhar com cada setor de forma separada. É uma filosofia nova e muito boa. Tem várias outras coisas que não posso falar também, né? Mas a gente procura assimilar tudo o quanto antes para colocar em prática nos jogos?, explicou o capitão Renato.

Além de Romário, Vecchio e Rodrigão, o Santos terá os mesmos jogadores e, a princípio, a mesma estrutura tática dos últimos meses, com três atacantes. Todos os treinamentos de Jair Ventura foram fechados para a imprensa.

O provável time titular do Peixe é: Vanderlei, Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, David Braz e Romário; Alison, Renato e Vecchio; Bruno Henrique, Copete e Rodrigão.

Adversário confiante

O Linense busca surpreender o Santos dentro de casa. A equipe do interior de São Paulo está motivada após a vitória por 4 a 1 contra o Itumbiara, em jogo-treino disputado no dia 8 de janeiro.

O jogador mais conhecido do Linense é Thiago Humberto, que se destacou pelo Grêmio Barueri e depois passou por equipes como Internacional, Vitória e Ceará. O meia foi reserva no amistoso diante do Itumbiara.

O técnico Moacir Júnior deve repetir a formação do jogo-treino, com Vitor Golas; Reginaldo, Leandro Silva, Adalberto e Eduardo; Bileu, Marcão e Danielzinho (Thiago Humberto); Murilo (Wilson), Kauê e Berguinho. Fernandinho, lateral-esquerdo ex-Palmeiras e Vasco, foi contratado nesta semana, mas ainda não vai estrear.

FICHA TÉCNICA

LINENSE X SANTOS

Local: Estádio Gilbertão, em Lins (SP)

Data: 17 de novembro de 2017, quarta-feira

Horário: 19h30 (horário de Brasília)

Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira

Assistentes: Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo e Luiz Alberto Andrini Nogueira

LINENSE: Vitor Golas; Reginaldo, Leandro Silva, Adalberto e Eduardo; Bileu, Marcão e Danielzinho (Thiago Humberto); Murilo (Wilson), Kauê e Berguinho

Técnico: Moacir Júnior

SANTOS: Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, David Braz e Romário; Alison, Renato e Vecchio; Copete, Bruno Henrique e Rodrigão

Técnico: Jair Ventura

Gazeta Esportiva

TAGS