PUBLICIDADE
Esportes

Jair Ventura minimiza derrota do Santos: ?Não é terra arrasada?

Jair Ventura manteve a tranquilidade após a derrota do Santos por 1 a 0 para o Bragantino na noite desta segunda-feira, na Vila Belmiro. O técnico minimizou o resultado. ?Não é a estreia que queríamos em casa. Depois de 3 a 0 na estreia fora, perder em casa é algo que não queríamos, mas é [?]

22:15 | 22/01/2018

Jair Ventura manteve a tranquilidade após a derrota do Santos por 1 a 0 para o Bragantino na noite desta segunda-feira, na Vila Belmiro. O técnico minimizou o resultado.

?Não é a estreia que queríamos em casa. Depois de 3 a 0 na estreia fora, perder em casa é algo que não queríamos, mas é início de temporada. Ideal é a gente melhorar, mas observar que não foi terra arrasada. Tivemos controle, as melhores ações? Vou falar para a torcida que a tendência é melhorar. Agora é juntar os cacos para ir em busca da classificação, primeiro objetivo, e depois a liderança do grupo?, disse Jair, em entrevista coletiva.

Na primeira derrota do Peixe na temporada, parte da torcida já protestou com vaias após o apito final. Jair reconhece a cobrança desmedida, mas vê como comum no futebol brasileiro.

?Está cada vez mais insano, mas estamos preparados. Somos profissionais, remunerados para isso. Temos que buscar alternativas para a torcida. Estou no Santos porque tive um trabalho de um ano e meio sem essa oscilação (no Botafogo). Agora é um novo momento, trabalho, novos jogadores. Requer tempo. Temos que dar as vitórias para a torcida o quanto antes?, analisou.

Sem comentar a arbitragem polêmica na Vila Belmiro, que anulou gol legítimo de Arthur Gomes e deixou de dar um pênalti de Copete, Jair defendeu Rodrigão, que perdeu uma penalidade nos acréscimos.

?Converso com ele e com todos. Quando acaba o jogo, é hora de falar pouco. Vou ter a semana toda. Passamos uma mensagem, uma situação reservada, mas temos que conversar, botar grupo para cima. É muito fácil estar junto nas vitórias, e nas derrotas? É equilíbrio. Foi a melhor estreia entres os estaduais. E com uma derrota em casa, não somos os piores. Que haja mais vitórias que derrotas. Não vou expor falhas individuais, jogar para leões, é esporte coletivo. Vamos perder e vencer juntos?, completou.

Mesmo com a derrota, o Santos se mantém como líder do Grupo D do Campeonato Paulista, com três pontos após duas derrotas. O Peixe enfrentará a Ponte Preta na próxima quinta-feira, às 19h30 (de Brasília), em Campinas.

Gazeta Esportiva

TAGS