PUBLICIDADE
Esportes

Peres agenda reunião na FPF para antecipar verba do Paulistão

José Carlos Peres agendou uma reunião na Federação Paulista de Futebol para a próxima segunda-feira com o intuito de antecipar a verba de R$ 18 milhões recebida da entidade que regula o futebol de São Paulo referente à participação do Peixe no Campeonato Estadual. O presidente eleito do Santos planeja utilizar o valor para quitar [?]

11:45 | 17/12/2017

José Carlos Peres agendou uma reunião na Federação Paulista de Futebol para a próxima segunda-feira com o intuito de antecipar a verba de R$ 18 milhões recebida da entidade que regula o futebol de São Paulo referente à participação do Peixe no Campeonato Estadual. O presidente eleito do Santos planeja utilizar o valor para quitar dívidas como o 13º salário do elenco, medida que iria aliviar os cofres alvinegros.

?Vou ver se o pagamento acontece logo no começo [do torneio]. Que assim seja. Somado aos bancos, a gente consegue contornar. O importante é não haver atrasos e o clube ser responsável nos gastos?, disse José Carlos Peres em entrevista ao jornal A Tribuna, sinalizando que os empréstimos bancários também são um peso nas contas do clube.

Prevendo uma dívida que gira em torno de R$ 30 milhões, o presidente eleito do Santos teme que o valor possa ser ainda maior que o projetado por sua equipe. Nesta segunda-feira, em cerimônia realizada na Vila Belmiro, José Carlos Peres assumirá a presidência do clube de maneira simbólica. Somente no dia 2 de janeiro ele tomará, de fato, o controle do Peixe. Até lá, ele conta com a contribuição de Modesto Roma Jr, atual mandatário, para se notificar de todas as pendências.

?A gente tinha previsão de que havia coisa em aberto, mas ainda nem sabemos o número exato. Pode ser maior [do que os R$ 30 milhões previstos]?, prosseguiu Peres.

Já em relação ao planejamento do futebol para a próxima temporada, o futuro presidente santista se esquivou de questionamentos e preferiu desconversar sobre o suposto acerto com Gustavo Vieira, possível novo diretor executivo de futebol do Santos, e a possibilidade de Jair Ventura assumir o comando da equipe.

?Falaram que a gente tinha acertado com Diego Cerri, do Bahia, e nem chegamos a nos encontrar. Temos três opções [para diretor executivo] e, para técnico, há o Jair e outros. A gente só vai considerar fechado quando for assinado o contrato?, concluiu José Carlos Peres.

Gazeta Esportiva

TAGS