PUBLICIDADE
Esportes

Novo presidente do Santos afirma que irá rescindir com a Umbro

Austeridade é um termo que vem sendo adotado praticamente como regra pela nova gestão do Santos. Desde que venceu as eleições presidenciais, José Carlos Peres deixou claro que um de seus objetivos é dar fim às pendências financeiras do clube e contratar atletas com um bom custo-benefício. Outras medidas também estão nos planos do cartola [?]

13:30 | 20/12/2017

Austeridade é um termo que vem sendo adotado praticamente como regra pela nova gestão do Santos. Desde que venceu as eleições presidenciais, José Carlos Peres deixou claro que um de seus objetivos é dar fim às pendências financeiras do clube e contratar atletas com um bom custo-benefício. Outras medidas também estão nos planos do cartola para encher os cofres do Peixe, uma delas é a rescisão de contrato de material esportivo com a Umbro.

Até então contando com a Kappa como sua fornecedora, o Santos acertou o retorno da Umbro em outubro deste ano. O negócio foi fechado por Modesto Roma Jr, acusado por José Carlos Peres de não cumprir o que está previsto no estatuto do clube ? nenhuma negociação deve ser realizada a menos de dois meses da eleição. Além disso, o presidente que assumirá o poder no próximo dia 2 de janeiro também criticou os valores acordados entre as partes.

?A Umbro já foi avisada disso. Vamos em busca de outro fornecedor de material. Os valores que foram assinados são irrisórios?, disse José Carlos Peres em entrevista à Folha de S. Paulo.

A Umbro é uma velha conhecida do torcedor santista. A marca de materiais esportivos inglesa patrocinou o clube entre 1997 e 2011, sendo substituída pela Nike. Na época em que foi fechado o novo acordo, em outubro deste ano, Modesto Roma Jr alegou ter tido outras três propostas na mesa, entretanto, preferiu retomar a antiga parceria.

Gazeta Esportiva

TAGS