PUBLICIDADE
Esportes

Com clima tenso, santistas escolhem novo presidente neste sábado

O dia 9 de dezembro de 2017 será histórico para o Santos. Porém, não trata-se da disputa de uma final de campeonato, mas da definição de quem comandará o clube pelos próximos três anos. A partir das 10h (de Brasília), começam as eleições presidenciais do Peixe. O atual mandatário Modesto Roma Júnior, da ?Santos Gigante?, [?]

21:30 | 08/12/2017

O dia 9 de dezembro de 2017 será histórico para o Santos. Porém, não trata-se da disputa de uma final de campeonato, mas da definição de quem comandará o clube pelos próximos três anos. A partir das 10h (de Brasília), começam as eleições presidenciais do Peixe.

O atual mandatário Modesto Roma Júnior, da ?Santos Gigante?, irá concorrer com José Carlos Peres, da chapa ?Somos Todos Santos?, Andres Rueda, da ?Santástica União?, e Nabil Khaznadar, do grupo ?O Santos Que Queremos?.

E ao contrário do que se espera de um processo democrático, as eleições do alvinegro ficaram marcadas por denúncias, ?fake news? nas redes sociais e ataques entre os rivais durante debates e entrevistas. Na última quinta-feira, inclusive, os três candidatos de oposição se uniram para pedir uma investigação ao GAECO (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado), órgão do Ministério Público, sobre uma eventual prática criminosa por conta do ?boom? de sócios do Peixe no fim de 2016.

?Vamos fazer uma reformulação completa no Santos, com direito a vassourinha e tudo. Temos um bom projeto. E sou o único candidato que pode unir todos os santistas. Menos ódio e mais união?, afirmou José Carlos Peres em contato exclusivo com a Gazeta Esportiva.

Nabil Khaznadar, por sua vez, afirma ser ?única e verdadeira oposição? nas eleições do Peixe. ?Estamos aí para fazer um Santos diferente, com uma gestão transparente e profissional. Tenho certeza que o torcedor quer isso. O santista não aguenta mais ser enganado?, disse.

Já Andres Rueda, único candidato que não participou do pleito de 2014, acredita ser o mais preparado para assumir pelos próximos três anos. ?O sócio pode ter certeza que a nossa chapa entregará exatamente o que se comprometeu. É só bater o currículo de cada candidato. Para gerir uma empresa do porte do Santos, acreditamos ser os mais competentes?.

Por fim, o atual presidente Modesto Roma Júnior quer a construção de uma nova arena na Baixada Santista e faz questão de exaltar que passou os últimos três anos pagando as dívidas da antiga gestão, comandada por Odílio Rodrigues.

?Caminhando para acabar com as débitos deixados no passado e com a criação do novo plano de sócios, que já fizemos nesta temporada, dá para dizer que os dois principais objetivos para os próximos três anos serão as conquistas de títulos no time profissional e avançar para erguermos a nossa casa nova?.

Gazeta Esportiva

TAGS