PUBLICIDADE
Esportes

Sem título, Santos encara o Bahia para se consolidar no G4

A conquista do título já é passado para o Santos. Após duas derrotas seguidas, para Vasco e Chapecoense, respectivamente, o Peixe deu adeus ao sonho de levantar a taça do Campeonato Brasileiro. Agora, restando apenas quatro rodadas para o término da competição nacional, a equipe de Vila Belmiro pretende se garantir de vez na zona [?]

19:15 | 15/11/2017

A conquista do título já é passado para o Santos. Após duas derrotas seguidas, para Vasco e Chapecoense, respectivamente, o Peixe deu adeus ao sonho de levantar a taça do Campeonato Brasileiro. Agora, restando apenas quatro rodadas para o término da competição nacional, a equipe de Vila Belmiro pretende se garantir de vez na zona de classificação para a Libertadores. E o primeiro compromisso acontece já nesta quinta-feira, às 21h (de Brasília), contra o Bahia, na Arena Fonte Nova.

Com 56 pontos, os santistas ocupam a quarta colocação, dois atrás do vice Grêmio e dois na frente do Cruzeiro, quinto na tabela e primeiro time fora do G4.

?Disputamos competições difíceis e temos méritos. Não dá para falar que está tudo errado. Ainda brigamos entre os primeiros. Quando se trata de duas derrotas, tem que abrir os olhos. Vamos buscar a Libertadores. Temos condições. Estamos em 4º e podemos ir direto para a fase de grupos. Vamos erguer a cabeça contra o Bahia?, disse o técnico Elano.

E para o duelo desta quinta, o comandante santista terá os retornos de David Braz e Bruno Henrique. O atacante já tinha sua volta confirmada, afinal, ele só não entrou em campo na derrota para a Chapecoense, na última segunda, na Arena Condá, pois cumpriu suspensão automática pelo terceiro amarelo.

Já o zagueiro se recuperou de um edema na coxa esquerda, sofrido no revés para o Vasco, na última quarta-feira, na Vila Belmiro.

Em contrapartida, Caju será desfalque mais uma vez. O lateral-esquerdo não enfrentou a Chape por causa de dores musculares na perna esquerda, entre o joelho e o tornozelo.

Tricolor também sonha com Liberta

O sonho de entrar na Libertadores de 2018 não ocupa apenas a mente dos santistas. Enquanto o Peixe luta para se garantir diretamente na fase de grupos, o Bahia, com 46 pontos, praticamente livre do rebaixamento e ocupando a nona posição, ainda tem esperança de terminar o Brasileirão dentro do G7.

E a arrancada do Tricolor Baiano na reta final do torneio nacional se deve ao ótimo desempenho de Edigar Junio. Nos últimos oito jogos, ele marcou nove gols. Além de ajudar a equipe de Carpegiani e subir na tabela, o atacante se aproximou de Fernandão, maior goleador do Bahia na era dos pontos corridos, com 15 tentos anotados no Brasileiro de 2013.

?É o melhor momento [da minha carreira]. Venho tendo bastante sucesso no Bahia. Espero que a gente possa comemorar juntos no fim do ano com nosso objetivo conquistado. A gente tem que mirar bem alto para poder alcançar os objetivos. A gente tem que buscar cada vez mais. E, se tiver possibilidade de alcançar o G7, a gente vai buscar isso. Mas o importante é que, no final, todo mundo esteja feliz, comemorando e dando alegria à torcida?, vibrou Edigar Junio.

E para o duelo contra o Peixe, o Tricolor de Aço deve ter o mesmo time que empatou com o Atlético-MG na última rodada. O zagueiro Lucas Fonseca e o volante Edson, que estão recuperados de lesões e realizam trabalhos físicos, segue fora de combate.

FICHA TÉCNICA

BAHIA x SANTOS

Local: Arena Fonte Nova, Salvador (BA)

Data: 16 de novembro de 2017, quinta-feira

Horário: 21h (Brasília)

Árbitro: Sandro Meira Ricci (SC/FIFA)

Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho (SP/FIFA) e Marcelo Carvalho Van Gasse (SP/FIFA)

BAHIA: Jean; Eduardo, Tiago, Thiago Martins e Juninho Capixaba; Renê Júnior, Juninho, Zé Rafael e Allione; Edigar Junio e Mendoza

Técnico: Paulo César Carpegiani.

SANTOS: Vanderlei; Daniel Guedes, Lucas Veríssimo, David Braz e Victor Ferraz (Jean Mota); Alison, Renato e Lucas Lima; Bruno Henrique, Arthur Gomes e Ricardo Oliveira

Técnico: Elano

Gazeta Esportiva

TAGS