PUBLICIDADE
Esportes

Santos alcança marca negativa de 2015 e vê Libertadores ameaçada

No último dia 4 de novembro, o Santos batia o Atlético-MG e seguia sonhando com o título do Campeonato Brasileiro. Após pouco mais de duas semanas, porém, o cenário mudou completamente na Vila Belmiro. Comandado por Elano, o Peixe perdeu para Vasco, Chapecoense e Bahia, respectivamente, e nem chegou perto de alcançar o campeão Corinthians [?]

10:15 | 18/11/2017

No último dia 4 de novembro, o Santos batia o Atlético-MG e seguia sonhando com o título do Campeonato Brasileiro. Após pouco mais de duas semanas, porém, o cenário mudou completamente na Vila Belmiro. Comandado por Elano, o Peixe perdeu para Vasco, Chapecoense e Bahia, respectivamente, e nem chegou perto de alcançar o campeão Corinthians

O alvinegro não tinha uma sequência de três derrotas seguidas desde julho de 2015. Na ocasião, a equipe era comandada por Marcelo Fernandes, que começou aquele ano como interino e depois foi efetivado, assim como Elano nesta temporada.

Porém, após os revezes para Internacional, Fluminense, Grêmio e Goiás, o presidente Modesto Roma Júnior ?rebaixou? Fernandes para o cargo de auxiliar e contratou Dorival Júnior, que ficou dois anos no cargo.

Caso não encerre essa sequência negativa contra os reservas do Grêmio, no próximo domingo, às 19h (de Brasília), na Vila Belmiro, o Santos corre sério risco de perder a vaga na Libertadores da próxima temporada.

Com 56 pontos, os santistas ocupam a quarta colocação na tabela, cinco na frente do sexto Botafogo. Além do Tricolor Gaúcho, o Peixe ainda jogará contra Flamengo (fora) e Avaí (casa) nas últimas rodadas do Brasileirão.

Gazeta Esportiva

TAGS