PUBLICIDADE
Esportes

Levir ?culpa? eleição por jogo fraco do Santos e vê Libertadores como objetivo

Após sofrer contra o Vitória dentro de casa, na última segunda-feira, o Santos foi até Recife e voltou a jogar mal, desta vez contra o Sport, na Ilha do Retiro. Sufocado, o time comandado por Levir Culpi foi pressionado do início ao fim e penou para segurar o empate em 2 a 2, em duelo [?]

22:45 | 19/10/2017

Após sofrer contra o Vitória dentro de casa, na última segunda-feira, o Santos foi até Recife e voltou a jogar mal, desta vez contra o Sport, na Ilha do Retiro. Sufocado, o time comandado por Levir Culpi foi pressionado do início ao fim e penou para segurar o empate em 2 a 2, em duelo válido pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro.

E qual é o motivo pelas más apresentações do Peixe? Desfalques? Falta de treinos? Para o comandante santista, os problemas dentro de campo estão sendo causados pelos bastidores políticos do clube.

Na visão de Levir, as eleições presidenciais do Santos, que acontecem no dia 9 de dezembro, estão atrapalhando o ambiente da equipe.

?Tenho certeza (que o ano de eleição interfere no time) Já trabalhei em vários clubes que tinham o mesmo problema. O ano político, com eleição em dezembro? Você não sabe disso, não é jogador ou técnico?, disse o treinador em entrevista coletiva após a igualdade com o Leão.

O empate não só manteve o Peixe longe do líder Corinthians, como fez a equipe cair para a quarta colocação, atrás de Palmeiras e Grêmio, que também estão com 50 pontos, mas vencem no número de vitórias.

Por conta disso, Levir já começa a ver a classificação para a Libertadores como principal objetivo no competição. Mesmo assim, o treinador não jogou a toalha pelo título.

?Nós queremos a classificação para a Libertadores. Mas matematicamente podemos alcançar o Corinthians. É difícil pegar, mas é completamente possível. Temos que acreditar no resultado?, concluiu Levir.

Gazeta Esportiva

TAGS