Com elenco recheado, Palmeiras contrata menos e acerta maisSociedade Esportiva Palmeiras | Times | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes


Com elenco recheado, Palmeiras contrata menos e acerta mais

Considerado um dos melhores elencos do Brasil e com 28 jogadores utilizados no Campeonato Brasileiro (menor número entre as 20 equipes da competição), o Palmeiras vem mudando a sua política de contratações na era Alexandre Mattos. O dirigente, que teve contrato renovado pelos próximos três anos, período do segundo mandato de Maurício Galiotte, iniciou sua passagem [?]

07:15 | 11/12/2018

Considerado um dos melhores elencos do Brasil e com 28 jogadores utilizados no Campeonato Brasileiro (menor número entre as 20 equipes da competição), o Palmeiras vem mudando a sua política de contratações na era Alexandre Mattos. O dirigente, que teve contrato renovado pelos próximos três anos, período do segundo mandato de Maurício Galiotte, iniciou sua passagem no clube em 2015 com muitas contratações e, ao mesmo tempo muitos erros. Agora o foco são reforços pontuais, o que resulta em maior margem de acertos.

No primeiro ano do executivo de futebol, o Verdão entendia que precisava reformular o seu elenco após quase ser rebaixado pela terceira vez e contratou 25 jogadores. Desses nomes, pelo menos, metade não foi um bom investimento. Entre os nomes mais marcantes para a torcida estão Ryder Matos, que fez apenas dois jogos pelo Alviverde, Fellype Gabriel, que só fez uma partida pelo clube, João Paulo e Alan Patrick. Por outro lado, Dudu, Vitor Hugo, Zé Roberto, Thiago Santos e Robinho foram contratações certeiras.

Em 2016, o Palmeiras reduziu basicamente pela metade o número de contratações. Foram 13 jogadores chegando, sem contar os retornos de empréstimo, e quatro unanimidades na época: Mina, Moisés, Tchê Tchê e Roger Guedes, além de Edu Dracena. No entanto, também vieram nomes como Roger Carvalho, Vagner, que foi o responsável por período de instabilidade enquanto Fernando Prass estava lesionado, Régis, Fabrício e Fabiano.

No ano passado, o número de atletas que chegaram ao clube subiu para 14. O reforço mais certeiro foi o de Willian. No entanto, neste grupo há nomes importantes na campanha do título Brasileiro de 2018 como Bruno Henrique, Mayke, Antonio Carlos e Felipe Melo. Por outro lado, Michel Bastos, Juninho e Guerra foram as maiores decepções.

A temporada de 2018 de longe foi a melhor de Alexandre Mattos. Emerson Santos e Nico Freire, que ainda nem atuou, são os únicos nomes questionáveis dos oito que chegaram. De resto, Gustavo Gomez, Weverton, Lucas Lima, Marcos Rocha e Diogo Barbosa foram nomes importantes no título do Brasileirão e Gustavo Scarpa é um jogador com talento que teve ano atrapalhado por problemas jurídicos. Além disso, os atletas que retornaram de empréstimo, como Victor Luis e Thiago Martins, foram utilizados.

Já para o próximo ano a expectativa é que o número de contratações seja a mesma ou até menor. Arthur Cabral e Zé Rafael já estão confirmados, bem como Matheus Fernandes, do Botafogo. A expectativa é que Erik e Raphael Veiga tenham oportunidades após voltar de empréstimo. Fora isso, o clube palestrino também deverá procurar jogadores de velocidade e que costumam atuar pelas pontas.

Confira todas as contratações do Palmeiras na era Alexandre Mattos:

2019

Zé Rafael

Arthur Cabral

Matheus Fernandes

2018

Diogo Barbosa

Lucas Lima

Marcos Rocha

Weverton

Emerson Santos

Gustavo Scarpa

Nico Freire

Gustavo Gomez

2017

Guerra

Antônio Carlos

Mayke

Luan

Felipe Melo

Keno

Hyoran

Michel Bastos

Borja

Raphael Veiga

Willian

Juninho

Bruno Henrique

Deyverson

2016

Vagner

Roger Carvalho

Régis

Edu Dracena

Erik

Moisés

Jean

Roger Guefes

Fabrício

Fabiano

Tchê Tchê

Mina

Leandro Pereira (veio por empréstimo após ter sido vendido em 2015)

2015

Amaral

Vitor Hugo

Lucas

Andrei Girotto

Zé Roberto

Leandro Pereira

Gabriel

João Paulo

Rafael Marques

Robinho

Dudu

Victor Ramos

Kelvin

Jackson

Alan Patrick

Ryder Matos

Arouca

Aranha

Cleiton Xavier

Egídio

Fellype Gabriel

Alecsandro

Leandro Almeida

Lucas Barrios

Thiago Santos

Gazeta Esportiva

TAGS