PUBLICIDADE
Palmeiras
NOTÍCIA

Satisfeito com rodada, Felipão procura manter foco por título

A cinco partidas do final do Campeonato Brasileiro, o Palmeiras detém uma vantagem de cinco pontos na liderança. O técnico Luiz Felipe Scolari ficou satisfeito com os resultados da 33ª rodada, mas procurou espantar qualquer tipo de euforia pelo título após empatar por 1 a 1 contra o Atlético-MG. O Palmeiras contabiliza 67 pontos, cinco [?]

19:30 | 11/11/2018

A cinco partidas do final do Campeonato Brasileiro, o Palmeiras detém uma vantagem de cinco pontos na liderança. O técnico Luiz Felipe Scolari ficou satisfeito com os resultados da 33ª rodada, mas procurou espantar qualquer tipo de euforia pelo título após empatar por 1 a 1 contra o Atlético-MG.

O Palmeiras contabiliza 67 pontos, cinco a mais do que o Internacional, que empatou por 1 a 1 contra o Ceará. Já o Flamengo perdeu do Botafogo por 2 a 1 e ficou com os mesmos 60 pontos. Felipão foi cauteloso ao projetar o futuro, mas falou positivamente sobre a rodada.

?Diminuímos um jogo, mantivemos o número de pontos em relação ao Internacional e ganhamos um em relação ao Flamengo. Então, acho que a rodada, no cômputo geral, foi benéfica para nós?, declarou o treinador, com cuidado para evitar o clima de euforia em torno do possível título brasileiro.

?Chegamos até as semifinais da Copa Libertadores e da Copa do Brasil e não conseguimos passar. Estamos sendo superiores nessa fórmula de campeonato, mas ainda não ganhamos. Temos que manter a cabeça no lugar, são cinco pontos de diferença e um jogo apenas para diminuir a dois?, alertou.

Do banco de reservas do Estádio Independência, Felipão viu o Atlético-MG abrir o placar em um belo gol de Elias. O Palmeiras chegou ao empate em 1 a 1 por meio de pênalti cobrado pelo capitão Bruno Henrique, placar que deixou o comandante satisfeito.

?Tomamos um pouco de sufoco no final, mas foi um resultado muito interessante para manter a distância do Internacional. Jogo fora de casa, contra o Atlético-MG. Alguns podem achar que um ponto não é importante, mas é muito bom. Podem acreditar?, discursou Felipão.

Gazeta Esportiva

TAGS