Palmeirenses citam vento como problema, mas não acham desculpas por empateSociedade Esportiva Palmeiras | Times | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes


Palmeirenses citam vento como problema, mas não acham desculpas por empate

O Palmeiras jogou contra o rebaixado Paraná e o clima hostil no Estádio do Café neste domingo. No primeiro tempo do empate por 1 a 1, o Verdão jogou contra o vento e sob uma forte chuva, citada de forma unânime pelo elenco, que, entretanto, ressaltou que o fato não serve como desculpa pelo resultado. [?]

19:45 | 18/11/2018

O Palmeiras jogou contra o rebaixado Paraná e o clima hostil no Estádio do Café neste domingo. No primeiro tempo do empate por 1 a 1, o Verdão jogou contra o vento e sob uma forte chuva, citada de forma unânime pelo elenco, que, entretanto, ressaltou que o fato não serve como desculpa pelo resultado.

?A gente não conseguia lançar uma bola e a linha do Paraná estava muito alta, mas o vento não deixava a bola passar. Mas deixamos a desejar, não podemos colocar a culpa no vento e na chuva?, afirmou o meia Moisés.

?Não joguei o primeiro tempo, mas, de fora, vi que era muito difícil. Ainda mais com o time deles jogando fechado, às vezes você precisa infiltrar, lançar, e a bola não vai?, corroborou o volante Bruno Henrique.

?No primeiro tempo, ficou claro que o vento atrapalhou, a gente não conseguia nem chutar a bola para frente, até para enxergar a bola era difícil. Mas isso não é desculpa. Temos de pensar para frente, esquecer o jogo hoje?, disse Weverton.

A história vai ser se ganharmos o campeonato. Naturalmente, temos de fazer uma análise bem detalhada do jogo, vendo alguns aspectos para os próximos três jogos. Mantemos os cinco pontos de distância para o segundo colocado e seis do terceiro, mas não foi um bom jogo. Todos sabemos disso?

?Não temos de ficar arrumando desculpa. Queríamos ter vencido o jogo. Era um jogo, teoricamente, que viemos para brigar para vencer. Sabíamos que poderíamos dar um passo muito grande para o título. Infelizmente, não conseguimos, tivemos dificuldade. Agora é trabalhar. Temos três jogos ainda e somos líderes. É focar na reta final para não cometer os erros que cometemos hoje?, finalizou Bruno Henrique.

Gazeta Esportiva

TAGS