Após cogitar aposentadoria, Jean se diz eternamente grato ao PalmeirasSociedade Esportiva Palmeiras | Times | Esportes O POVO 

PUBLICIDADE
Esportes


Após cogitar aposentadoria, Jean se diz eternamente grato ao Palmeiras

Jean fez sua estreia nesta temporada apenas no dia 6 de junho, em virtude de uma cirurgia rara no joelho direito, que demandou um longo tempo de recuperação. Tendo passado pela fase mais difícil de sua carreira, o atleta se diz eternamente grato ao Palmeiras pelo apoio prestado durante o período em que cogitou até [?]

16:30 | 07/11/2018

Jean fez sua estreia nesta temporada apenas no dia 6 de junho, em virtude de uma cirurgia rara no joelho direito, que demandou um longo tempo de recuperação. Tendo passado pela fase mais difícil de sua carreira, o atleta se diz eternamente grato ao Palmeiras pelo apoio prestado durante o período em que cogitou até mesmo a aposentadoria.

?Só tenho que agradecer pela confiança do Felipão, da comissão técnica, do Palmeiras. Pelo que o Palmeiras fez por mim, vou ser eternamente grato. No momento mais difícil da minha carreira, esse clube me abraçou?, afirmou o atleta, antes de abordar o período que esteve lesionado.

?No momento que me passaram que era algo grave, cheguei para a minha esposa e falei: ?Amor, vamos começar a preparar nosso futuro, a nos organizar, porque vai ser bem complicado de voltar?. Mas hoje me sinto bem melhor do que muitos momentos antes. Tenho muito a agradecer pelo clube, é uma cirurgia muito complicada, não foi fácil, mas estou fisicamente e mentalmente cada vez melhor?, completou.

Em 2016, na campanha do título brasileiro, Jean fez 53 partidas pelo Verdão. Na temporada seguinte, foram 41 jogos, enquanto neste ano o atleta já disputou 23 duelos. Mesmo sem igualar as marcas anteriores, o atleta celebra o número diante das dificuldades ao longo de 2018.

?Neste ano tinha uma meta de 35 a 40 jogos. Estive pronto para jogar em 40 jogos, joguei e participei de (mais de) 20. Devido a essa cirurgia, que é inédita no Brasil, realmente é muito difícil para mim. Foi um ano difícil. Não sei se é erro ou acerto, mas só saio de campo se não aguentar mais?.

?Mas conquistamos isso junto com a fisioterapia, com o Palmeiras, que é uma referência em recuperar atleta. Imagine voltar de uma cirurgia muito complexa e conseguir estar à disposição do treinador, sem conseguir fazer pré-temporada completa. Realmente é uma vitória. E brigando por mais um título, é algo que realmente marcou minha carreira. Com certeza, vou ficar mais forte depois de tudo que isso passei?, finalizou.

Gazeta Esportiva

TAGS