Galiotte vê evolução com VAR no Paulistão e quer melhores na decisão da LibertaSociedade Esportiva Palmeiras | Times | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes


Galiotte vê evolução com VAR no Paulistão e quer melhores na decisão da Liberta

Envolvido em uma grande decisão diante do Boca Juniors nesta quarta-feira, pela Libertadores, o presidente do Palmeiras, Mauricio Galiotte, em entrevista, teve que comentar primeiramente sobre o fato da Conmebol querer ou não uma final brasileira na competição continental. ?Eu acho que a gente não pode em nenhum momento pensar nesse tipo de coisa. As [?]

16:30 | 24/10/2018

Envolvido em uma grande decisão diante do Boca Juniors nesta quarta-feira, pela Libertadores, o presidente do Palmeiras, Mauricio Galiotte, em entrevista, teve que comentar primeiramente sobre o fato da Conmebol querer ou não uma final brasileira na competição continental.

?Eu acho que a gente não pode em nenhum momento pensar nesse tipo de coisa. As quatro equipes são muito bem treinadas, são equipes fortes e se na final tiverem dois times brasileiros, ou dois argentinos ou um brasileiro e um argentino, que vença o melhor, que seja juto, é para isso que a gente está trabalhando. É por isso que a gente esteve na reunião da Conmebol, a gente espera que sejam grandes jogos, que a partida não tenha nenhuma influência da arbitragem e é isso que a gente acredita?, afirmou o mandatário aos canais Fox Sports.

Ainda na entrevista, o presidente comentou sobre as suspensões do Verdão para o compromisso diante do Flamengo, no final de semana, pelo Campeonato Brasileiro. Para Galiotte, o importante é que o STJD preste mais atenção e seja mais criterioso na hora de julgar.

?O importante é que o STJD participe o menos possível dessa reta final do Campeonato Brasileiro, para que tudo seja definido dentro de campo, jogando futebol. O árbitro que deu cartão para o Lucas Lima por faltas recorrentes, e ele fez uma falta. Então eu acho que a sumula responde isso, o cartão do Mayke também. São situações que a gente lamenta demais. É importante dizer que nas últimas partidas, nós tivemos muitos problemas, aconteceu contra o Sport, Ceará, Cruzeiro, São Paulo. Tivemos várias situações com várias de arbitragem, é prejudicial ao esporte. Espero que o STJD reflita, pense em tudo o que aconteceu, em todo o contexto?, disse o presidente.

Depois da decisão do Campeonato Paulista, o Palmeiras saiu revoltado ao cair para o Corinthians nos pênaltis dentro de sua casa. No entanto, a final ficou marcada por um pênalti de Ralf em Dudu, que foi marcado, mas que depois, o árbitro voltou atrás. A acusação é de que houve interferência externa.

No ano que vem, o Paulistão terá como principal novidade a utilização do árbitro do vídeo. Galiotte celebrou o fato, e disse ainda que a tecnologia veio para ajudar o futebol e ajudar o esporte a evoluir.

?Eu entendo que foi um passo na direção certa. Nós temos que evoluir, e que a Federação fez foi um passo nessa direção. O futebol tem que melhorar. A tecnologia sendo usada no futebol contribui para todos. Contribui demais com a arbitragem, faz com que os jogos sejam mais justos, minimiza os erros, e foi isso que nós pedimos. É importante que estamos nesse caminho. Vamos entrar no Campeonato pensando no Palmeiras, no planejamento no Palmeiras, e vamos tomar a decisão de no início do ano, se eu for presidente, vamos escalar o que a gente achar o que é melhor naquele momento?, finalizou.

Gazeta Esportiva

TAGS