Craque do Palmeiras na Libertadores, Bruno Henrique espera novo prêmio contra o BocaSociedade Esportiva Palmeiras | Times | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes


Craque do Palmeiras na Libertadores, Bruno Henrique espera novo prêmio contra o Boca

A presença do Palmeiras na semifinal da Copa Libertadores da América se deve em grande parte a Bruno Henrique. Presente em oito dos dez jogos do Verdão no torneio, sendo sete como titular, o volante deixou o gramado como melhor atleta em campo quatro vezes, número maior que qualquer outro atleta do elenco. Garantido entre [?]

08:15 | 23/10/2018

A presença do Palmeiras na semifinal da Copa Libertadores da América se deve em grande parte a Bruno Henrique. Presente em oito dos dez jogos do Verdão no torneio, sendo sete como titular, o volante deixou o gramado como melhor atleta em campo quatro vezes, número maior que qualquer outro atleta do elenco.

Garantido entre os titulares para enfrentar o Boca Juniors nesta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), em La Bombonera, Bruno Henrique espera repetir o desempenho que teve contra os argentinos ainda na fase de grupos da competição, quando foi eleito o craque da primeira vitória palmeirense na história na casa dos xeneizes.

?Todos nós sabemos a dificuldade de enfrentar o Boca, principalmente na Argentina. O elenco deles possui muitos jogadores de qualidade e com experiência, mas estamos trabalhando com muito foco e dedicação. Ao longo da temporada, estamos provando que também atuamos bem longe de casa e faremos de tudo para chegar lá, fazer uma boa apresentação e trazer um resultado positivo para São Paulo?, afirmou.

Além do duelo contra o Boca Juniors, o camisa 19 e capitão do Palmeiras foi eleito o melhor em campo nos triunfos sobre o Júnior Barranquilla, na Colômbia, Cerro Porteño, no Allianz Parque, e Colo-Colo, no Chile.

Autor dos dois gols da vitória do Verdão por 2 a 1 sobre o Ceará, no último domingo, Bruno Henrique é o volante com mais gols no Brasileirão (7). Além disso, é o vice-artilheiro do Verdão tanto na competição nacional como na Libertadores. No total, são 57 jogos em 2018, com 14 gols marcados e quatro assistências.

Gazeta Esportiva

TAGS