Nervosismo, gol no início e expulsão: lições do Palmeiras para a LibertaSociedade Esportiva Palmeiras | Times | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes


Nervosismo, gol no início e expulsão: lições do Palmeiras para a Liberta

O Palmeiras chega às quartas de finais da Copa Libertadores buscando colocar em prática lições aprendidas em seus últimos jogos decisivos. Contra o Cerro Porteño, também pela Liberta, o Verdão sofreu após a expulsão de Felipe Melo, enquanto diante do Cruzeiro, o que mais atrapalhou foi o nervosismo dos alviverdes na Copa do Brasil. ?Entramos [?]

08:15 | 20/09/2018

O Palmeiras chega às quartas de finais da Copa Libertadores buscando colocar em prática lições aprendidas em seus últimos jogos decisivos. Contra o Cerro Porteño, também pela Liberta, o Verdão sofreu após a expulsão de Felipe Melo, enquanto diante do Cruzeiro, o que mais atrapalhou foi o nervosismo dos alviverdes na Copa do Brasil.

?Entramos muito pilhados para aquele jogo contra o Cruzeiro, tiramos isso de lição. Sabemos que temos de entrar focados. Tomamos um gol no começo que atrapalhou todo nosso planejamento durante a partida. Vamos entrar com atenção, focados desde o primeiro minuto porque será muito difícil. A equipe do Colo-Colo é muito, muito boa?, afirmou o zagueiro Antônio Carlos.

Contra os mineiros, o Alviverde sofreu um gol logo aos cinco minutos do primeiro tempo o que desestabilizou a equipe. Já diante do Cerro, também no começo do duelo, Felipe Melo foi expulso e o Palmeiras precisou passar mais de 90 minutos segurando o resultado.

?É fundamental entrar sabendo que pode ter catimba de jogo, várias coisas que acontecem na Libertadores. O Felipão já está trabalhando nisso, de não perdermos a cabeça em nenhum momento. Qualquer coisinha desse tipo, a gente pode ter um resultado ruim. Temos que ter cuidado para que isso não aconteça?, disse o volante Bruno Henrique.

?É natural que fique como lição o último jogo. Mas, dentro daquele contexto, a gente se fortaleceu. Jogamos com um a menos a partida toda, soubemos jogar de maneira muito inteligente. Crescemos bastante, e o Felipão vem conversando sobre isso e sobre outras coisas que a gente também pega como exemplo?, completou.

A bola rola para Colo-Colo e Palmeiras às 21h45 (de Brasília) desta quinta-feira, no Estádio Monumental em Santiago, pela ida das quartas de final da Libertadores. O Verdão não alcança a semifinal do torneio sul-americano desde 2001.

Gazeta Esportiva

TAGS