Depois de eliminar Corinthians, Valdivia reencontra Palmeiras pela LibertadoresSociedade Esportiva Palmeiras | Times | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes


Depois de eliminar Corinthians, Valdivia reencontra Palmeiras pela Libertadores

Estrangeiro com mais jogos pelo Palmeiras, ao lado do paraguaio Arce, com 241 partidas e 41 gols anotados, o meia Jorge Valdivia reencontrará a equipe paulista nesta quinta-feira, desta vez, como adversário, pelas quartas da Copa Libertadores da América. Atualmente no Colo-Colo, o chileno tem boas recordações no Alviverde. ?Há uma ansiedade. Todos sabem os anos [?]

08:15 | 20/09/2018

Estrangeiro com mais jogos pelo Palmeiras, ao lado do paraguaio Arce, com 241 partidas e 41 gols anotados, o meia Jorge Valdivia reencontrará a equipe paulista nesta quinta-feira, desta vez, como adversário, pelas quartas da Copa Libertadores da América. Atualmente no Colo-Colo, o chileno tem boas recordações no Alviverde.

?Há uma ansiedade. Todos sabem os anos que estive no Palmeiras, o carinho que tenho pelo clube e que os torcedores tem por mim. Por tudo que significa meu passado pelo time, é um jogo especial, mas, uma vez que começa, passa a ser o mesmo que enfrentar outra equipe?, afirmou o jogador, em entrevista coletiva.

O experiente meia de 34 anos foi peça fundamental das conquistas da Copa do Brasil, em 2012 e 2015, e do Campeonato Paulista, em 2008, pelo Palmeiras. Agora, Valdivia tenta atrapalhar os planos do Verdão no torneio.

Além do Maior Campeão do Brasil, o venezuelano de nascimento irá reencontrar também Luiz Felipe Scolari. Os dois trabalharam juntos por mais de dois anos durante as segundas passagens do treinador e do Mago, entre 2010 e 2012. Felipão retornou em junho e o meia em agosto de 2010. O técnico saiu em setembro de 2012 e o camisa 10 permaneceu até maio de 2015.

Principal jogador daquele elenco, Valdivia ajudou na conquista da Copa do Brasil de 2012, mas depois, acabou rebaixado com o clube para a Série B do Campeonato Brasileiro no mesmo ano. Já em 2015, ele foi um dos principais responsáveis por impedir a queda palestrina à Segundona.

Felipão e Valdivia ainda tiveram um breve encontro na Copa do Mundo de 2014. O Brasil treinado por Luiz Felipe enfrentou o Chile de Valdivia nas oitavas de final, no Mineirão, porém ele permaneceu no banco de reservas.

?Vai ser estranho o reencontro (com o clube). Fiquei sete anos no Palmeiras. Vou comemorar, claro. Se fizer um gol, vou comemorar. Vim aqui para respeitar e fui respeitado também pelos jogadores. Agora vai ser mais difícil ainda. O Palmeiras tem um elenco muito forte?, afirmou.

Presente em todas as partidas da competição continental, oito partidas até o momento, o jogador é peça fundamental no esquema tático de Héctor Tapia. Mesmo sem balançar as redes e com apenas uma assistência, o Mago tem sido o destaque do clube chileno.

Diante do Colo-Colo, o Palmeiras tentará alcançar as semifinais do torneio continental pela primeira vez desde 2001. Sob o comando do técnico Celso Roth, o time alviverde foi eliminado pelo Boca Juniors no Palestra Itália.

O jogo das quartas de final da Libertadores entre as equipes será disputado no Estádio Monumental David Arellano, no Chile, nesta quinta-feira, às 21h45 (de Brasília).

Gazeta Esportiva

TAGS