PUBLICIDADE
Esportes

Róger Guedes é apresentado na China e negociação é concluída

O atacante Róger Guedes foi apresentado pelo Shandong Luneng neste sábado. O ainda artilheiro do Campeonato Brasileiro com nove gols foi negociado pelo Palmeiras com o clube chinês por 9,5 milhões de euros (R$ 41,6 milhões). A apresentação encerra de vez a negociação. Por a negociação ter sido fechada nas últimas horas da janela de [?]

23:30 | 14/07/2018

O atacante Róger Guedes foi apresentado pelo Shandong Luneng neste sábado. O ainda artilheiro do Campeonato Brasileiro com nove gols foi negociado pelo Palmeiras com o clube chinês por 9,5 milhões de euros (R$ 41,6 milhões).

A apresentação encerra de vez a negociação. Por a negociação ter sido fechada nas últimas horas da janela de transferências para o país asiático se fechar, existia o risco de que não houvesse tempo hábil para que fosse concluída. O Palmeiras, que detinha apenas 25% dos direitos econômicos de Róger Guedes, negociou e ficou com 45% do total (R$ 20,4 milhões ? R$2,5 irão para pagar o ex-presidente Paulo Nobre).

A estratégia já foi usada com Yerry Mina Gabriel Jesus no passado. Quando o camisa 9 da Seleção Brasileira renovou com o Palestra, a equipe ficou com apenas 30% dos direitos do jogador. No entanto, na venda para o Manchester City, o clube, que teria direito a R$ 35,5 milhões, acabou lucrando mais de R$ 41 milhões que o previsto, arrecadando R$ 76,7 milhões de um total de R$ 121,1 milhões.

O Galo também lucrou mais do que o esperado. Pela taxa de vitrine e conforme contrato, o Alvinegro receberia 10% do valor total como taxa de vitrine. O Atlético-MG, porém, após muita negociação, conseguiu subir sua parte para 2,5 milhões de euros (R$ 11,3 milhões).

Antes de tentar a contratação do atacante, os chineses miraram Dudu. O Palmeiras, no entanto, mesmo com a intenção do camisa 7 de deixar o clube, recusou as ofertas de 12 e 15 milhões de euros (R$ 67 milhões). O atacante foi seduzido com uma oferta de R$ 2 milhões mensais de salário, além de uma luva de mais de R$ 30 milhões pela assinatura do acordo.

Gazeta Esportiva

TAGS