PUBLICIDADE
Esportes

Jogadores do Galo detonam arbitragem: ?Estamos sendo assaltados?

Não faltou emoção e polêmica na partida deste domingo entre Palmeiras e Atlético-MG. No jogo que marcou o reencontro do Verdão com sua torcida e seu estádio, o time paulista saiu vitorioso pelo placar de 3 a 2, com o terceiro gol já nos acréscimos do segundo tempo. Após o confronto, os atletas do Galo [?]

18:30 | 22/07/2018

Não faltou emoção e polêmica na partida deste domingo entre Palmeiras e Atlético-MG. No jogo que marcou o reencontro do Verdão com sua torcida e seu estádio, o time paulista saiu vitorioso pelo placar de 3 a 2, com o terceiro gol já nos acréscimos do segundo tempo. Após o confronto, os atletas do Galo saíram de campo indignados e reclamaram acentuadamente sobre a arbitragem da partida.

?Uma vergonha. São dois jogos seguidos fora de casa e dois jogos que estamos sendo assaltados. Já foi no último jogo, critério para um e outro para nós? É só ver o segundo gol do Grêmio. E hoje, uma falta aqui no meio-campo, ia ser dois contra um e ele marcou a falta. Então está difícil. A arbitragem brasileira está passando por um momento ruim, negativo e muita coisa tem que ser revista. Acho que os clubes tem que se unir para colocar logo essa m* desse VAR para melhorar alguma coisa?, disparou Elias, em entrevista à rádio Itatiaia.

Quem também não poupou críticas ao trio de arbitragem foi o atacante Ricardo Oliveira. ?Fez o gol e começou a chutar a bola para fora, a praticar o anti-jogo. Falei para ele (Edu Dracena) chutar mais uma. Agora, que critério é esse que os árbitros usam? A gente é puxado, não consegue jogar, e ele (árbitro) não apita falta. A gente protege, os caras caem. O Edu Dracena caiu sozinho. Eu protejo, ele bate e cai. Aí ele dá a falta no lance que foi gol? Não foi falta. Asseguro para você que não foi falta. Que critério é esse? É sempre aqui, né??, disparou em declaração ao canal Premiere.

Com o resultado, o time mineiro fica com 23 pontos, agora mesma pontuação que o rival Palmeiras, e sofre sua segunda derrota consecutiva. O Galo volta a campo nesta quarta-feira, quando recebe no Independência a equipe do Paraná, às 21h (de Brasília), pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Gazeta Esportiva