PUBLICIDADE
Esportes

Roger mira vitória sobre o Flamengo e nega priorizar em retorno da Copa

O pós-Copa do Mundo se desenha desafiador para o Palmeiras. Antes do primeiro duelo com o Cerro Porteño-PAR, pelas oitavas da Copa do Libertadores, a equipe alviverde fará cinco jogos pelo Campeonato Brasileiro em um intervalo de 19 dias. Apesar do calendário apertado, o técnico Roger Machado não pretende dar prioridade a nenhuma das competições. [?]

09:15 | 11/06/2018

O pós-Copa do Mundo se desenha desafiador para o Palmeiras. Antes do primeiro duelo com o Cerro Porteño-PAR, pelas oitavas da Copa do Libertadores, a equipe alviverde fará cinco jogos pelo Campeonato Brasileiro em um intervalo de 19 dias. Apesar do calendário apertado, o técnico Roger Machado não pretende dar prioridade a nenhuma das competições.

O primeiro compromisso do Verdão após o Mundial da Rússia será o clássico com o Santos (18/07, fora). A sequência antes do mata-mata da Libertadores ainda tem Atlético-MG (22, casa), Fluminense (25, fora), Paraná (29, casa) e América-MG (05/08, fora). O primeiro embate com o Cerro está marcado para o dia 9 de agosto, no Paraguai.

?Não dá para priorizar nada. Depois da parada para a Copa, teremos uma sequência de jogos quarta e domingo. A ideia é sempre levar força máxima em todas as competições. Em algum momento teremos que dar oportunidade para quem joga menos, como na Libertadores, que utilizamos e eles entraram bem?, argumentou o treinador.

Com o empate diante do Ceará, no último domingo, o Palmeiras desperdiçou a chance de assumir a vice-liderança do Brasileirão e ainda caiu para o sexto lugar, com 18 pontos ganhos, oito a menos do que o líder Flamengo.

O último adversário do time dirigido por Roger Machado é justamente a equipe carioca, nesta quarta-feira, às 21 horas (de Brasília), no Allianz Parque. Oportunidade para o Palmeiras diminuir a diferença e ir para a ?intertemporada? entre os primeiros colocados.

?Todo jogo tem caráter decisivo. Se não tem o caráter, com certeza vocês (da imprensa) arranjam um (risos). (Contra o Flamengo) É jogo para acabar na frente, queremos acabar o pré-Copa nas primeiras posições, porque vamos ter jogado 30% do campeonato e é importante estar ali na frente?, concluiu.

Gazeta Esportiva

TAGS