PUBLICIDADE
Esportes

Roger diz que obrigação de Lucas Lima melhorar é do elenco

Pela primeira vez desde que chegou ao Palmeiras, Lucas Lima ficou no banco de reservas em um duelo do Verdão e não foi sequer acionado ao longo da partida. No Choque-Rei, Roger Machado optou por escalar Moisés como meia armador do Verdão, mas o discurso do treinador mostra que todos devem estar empenhados em recuperar [?]

10:45 | 03/06/2018

Pela primeira vez desde que chegou ao Palmeiras, Lucas Lima ficou no banco de reservas em um duelo do Verdão e não foi sequer acionado ao longo da partida. No Choque-Rei, Roger Machado optou por escalar Moisés como meia armador do Verdão, mas o discurso do treinador mostra que todos devem estar empenhados em recuperar o futebol do camisa 20.

?Salientei aos atletas que a obrigação de retomar a regularidade do Lucas Lima é nossa. A partir desse momento, haverá momentos em que ele sairá jogando, em outros momentos vai ser alternativa, para que ele consiga retomar confiança naturalmente. Jogador desse nível não desaprende?, disse o comandante.

Lucas Lima vinha sendo substituído sob vaias em partidas disputadas no Allianz Parque. Em três jogos consecutivos antes do clássico, foi sacado do time para a entrada de Hyoran, que nas palavras do próprio treinador, ?vem pedindo passagem?. Diante do São Paulo, porém, Moisés venceu a concorrência dos dois companheiros.

?A opção pelo Moisés na vaga do Lucas foi para ter um meio mais pesado, com imposição física, bola aérea. Arrastando muitas vezes os volantes para as beiradas, ele criou espaço para que o Willian recebesse a bola, para as passagens do Bruno Henrique?, explicou.

O Palmeiras volta a campo na próxima quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), diante do Grêmio, no Sul.

Gazeta Esportiva

TAGS
Roger diz que obrigação de Lucas Lima melhorar é do elencoSociedade Esportiva Palmeiras | Times | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes

Roger diz que obrigação de Lucas Lima melhorar é do elenco

Pela primeira vez desde que chegou ao Palmeiras, Lucas Lima ficou no banco de reservas em um duelo do Verdão e não foi sequer acionado ao longo da partida. No Choque-Rei, Roger Machado optou por escalar Moisés como meia armador do Verdão, mas o discurso do treinador mostra que todos devem estar empenhados em recuperar [?]

10:45 | 03/06/2018

Pela primeira vez desde que chegou ao Palmeiras, Lucas Lima ficou no banco de reservas em um duelo do Verdão e não foi sequer acionado ao longo da partida. No Choque-Rei, Roger Machado optou por escalar Moisés como meia armador do Verdão, mas o discurso do treinador mostra que todos devem estar empenhados em recuperar o futebol do camisa 20.

?Salientei aos atletas que a obrigação de retomar a regularidade do Lucas Lima é nossa. A partir desse momento, haverá momentos em que ele sairá jogando, em outros momentos vai ser alternativa, para que ele consiga retomar confiança naturalmente. Jogador desse nível não desaprende?, disse o comandante.

Lucas Lima vinha sendo substituído sob vaias em partidas disputadas no Allianz Parque. Em três jogos consecutivos antes do clássico, foi sacado do time para a entrada de Hyoran, que nas palavras do próprio treinador, ?vem pedindo passagem?. Diante do São Paulo, porém, Moisés venceu a concorrência dos dois companheiros.

?A opção pelo Moisés na vaga do Lucas foi para ter um meio mais pesado, com imposição física, bola aérea. Arrastando muitas vezes os volantes para as beiradas, ele criou espaço para que o Willian recebesse a bola, para as passagens do Bruno Henrique?, explicou.

O Palmeiras volta a campo na próxima quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), diante do Grêmio, no Sul.

Gazeta Esportiva

TAGS
Roger diz que obrigação de Lucas Lima melhorar é do elencoSociedade Esportiva Palmeiras | Times | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes

Roger diz que obrigação de Lucas Lima melhorar é do elenco

Pela primeira vez desde que chegou ao Palmeiras, Lucas Lima ficou no banco de reservas em um duelo do Verdão e não foi sequer acionado ao longo da partida. No Choque-Rei, Roger Machado optou por escalar Moisés como meia armador do Verdão, mas o discurso do treinador mostra que todos devem estar empenhados em recuperar [?]

10:45 | 03/06/2018

Pela primeira vez desde que chegou ao Palmeiras, Lucas Lima ficou no banco de reservas em um duelo do Verdão e não foi sequer acionado ao longo da partida. No Choque-Rei, Roger Machado optou por escalar Moisés como meia armador do Verdão, mas o discurso do treinador mostra que todos devem estar empenhados em recuperar o futebol do camisa 20.

?Salientei aos atletas que a obrigação de retomar a regularidade do Lucas Lima é nossa. A partir desse momento, haverá momentos em que ele sairá jogando, em outros momentos vai ser alternativa, para que ele consiga retomar confiança naturalmente. Jogador desse nível não desaprende?, disse o comandante.

Lucas Lima vinha sendo substituído sob vaias em partidas disputadas no Allianz Parque. Em três jogos consecutivos antes do clássico, foi sacado do time para a entrada de Hyoran, que nas palavras do próprio treinador, ?vem pedindo passagem?. Diante do São Paulo, porém, Moisés venceu a concorrência dos dois companheiros.

?A opção pelo Moisés na vaga do Lucas foi para ter um meio mais pesado, com imposição física, bola aérea. Arrastando muitas vezes os volantes para as beiradas, ele criou espaço para que o Willian recebesse a bola, para as passagens do Bruno Henrique?, explicou.

O Palmeiras volta a campo na próxima quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), diante do Grêmio, no Sul.

Gazeta Esportiva

TAGS