PUBLICIDADE
Esportes

Hyoran precisa de 57 minutos para participar de gol do Palmeiras

O ano está perto da metade, mas o 2018 de Hyoran já supera com folga, e em todos os quesitos, o ano anterior. São mais partidas, mais minutos, mais gols e mais assistências do que a última temporada inteira. Em termos de produção por minutos, Hyoran precisa de pouco mais de um tempo de jogo [?]

08:15 | 05/06/2018

O ano está perto da metade, mas o 2018 de Hyoran já supera com folga, e em todos os quesitos, o ano anterior. São mais partidas, mais minutos, mais gols e mais assistências do que a última temporada inteira.

Em termos de produção por minutos, Hyoran precisa de pouco mais de um tempo de jogo pelo Verdão para contribuir diretamente com um gol do time. A cada 57,6 minutos, ele marca ou contribui com uma assistência.

?Feliz demais com o meu momento. Eu sabia que essa hora iria chegar. Mas não adianta sua oportunidade aparecer se você não estiver preparado. Isso é resultado de muito esforço. Trabalhei muito. E todos os dias da mesma forma, independente se eu tinha recebido alguma chance ou sequer ficava no banco. Estou feliz com meus números. São bons. Mas quero melhorar ainda mais e vou trabalhar para isso?, afirmou o jogador.

Se em sua primeira temporada pelo Palmeiras foram apenas sete jogos, com um gol e uma assistência nos 148 minutos que vestiu a camisa verde e branca, em 2018 a situação é bem melhor. Hyoran entrou em campo nove vezes (somando 288 minutos), marcou dois gols e contribuiu com três assistências.

?É muito bom saber disso tudo, desses números que claro que são muito legais. Como eu falei, é resultado de muito trabalho. Mas o mérito não é só meu. Longe disso aliás. Se estou conseguindo render mais, me destacar mais, é mérito de muita gente. O time está jogando melhor, meus companheiros me dão muita moral. Teve muita gente trabalhando para que eu pudesse render mais nesse ano?, completou.

Na última rodada, contra o São Paulo, Hyoran entrou no decorrer do jogo e participou diretamente de dois dos três gols da virada palmeirense em cima dos rivais. O time agora viaja para encarar o Grêmio, fora de casa, nesta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília).

?Mais um adversário complicado pela frente. Série A é só pedreira. Temos que estar preparados. Acabamos de enfrentar o São Paulo que ainda não havia perdido na competição e agora vem o Grêmio que consegue sempre atuar muito bem, tem um padrão de jogo já bem definido. Jogo complicado. Esperamos conseguir mais uma boa atuação para conquistar mais um bom resultado?, finalizou o jogador do Palmeiras.

Gazeta Esportiva

TAGS