PUBLICIDADE
Esportes

Willian é favorito por vaga de Borja, mas Deyverson e garotos são opções

Os números impressionantes de Miguel Borja nesta temporada pelo Palmeiras geram grande expectativa sobre quem será o substituto do centroavante nos próximos sete jogos, em que o colombiano está com sua seleção se preparando para a Copa do Mundo. Willina sai na frente para ocupar a função, mas Roger Machado também conta com outras opções. [?]

08:15 | 21/05/2018

Os números impressionantes de Miguel Borja nesta temporada pelo Palmeiras geram grande expectativa sobre quem será o substituto do centroavante nos próximos sete jogos, em que o colombiano está com sua seleção se preparando para a Copa do Mundo. Willina sai na frente para ocupar a função, mas Roger Machado também conta com outras opções.

?Eu tenho o Willian jogando na maioria das vezes (quando o Borja não está), tenho o Deyverson, o Papagaio, assim como o Fernando. Inicialmente o Willian sai na frente na disputa, porque é o mais usado na função?, afirmou Roger Machado.

Willian é o jogador que mais atuou pelo Palmeiras no ano, com 29 partidas. Artilheiro do clube em 2018, ele é o segundo maior goleador em 2018, junto de Keno, com 7 gols. Na prática, ele atuou como centroavante durante grande parte do confronto com o Bahia. Na ocasião, para quebrar a forte marcação do Tricolor, Borja se deslocou em diagonal em diversas oportunidades, deixando centro do ataque para Bigode.

?(Sem Borja) perdemos um pouco das diagonais curtas, que fazemos também com o Willian, mas não com a maestria que o Miguel faz. Mas também ganhamos um pouco de mobilidade e o jogo em entrelinha, que não é muito a característica do Miguel?.

Se Willian não atuar, Deyverson surge como principal opção. Correndo por fora, os garotos Fernando e Papagaio também podem desempenhar a função. A dupla, inclusive, não viajou com a equipe sub-20 do Palmeiras, que está na Holanda, para participar dos treinos e, se necessário, jogos nesta sequência até a parada para o Mundial.

Fernando estreou no último jogo do ano passado, com Alberto Valentim, mas fez seu primeiro gol como profissional em sua única partida em 2018, contra o Ituano, pelo Campeonato Paulista. Se desempenhar a função de centroavante, o garoto se assemelha com Gabriel Jesus, sendo um 9 mais móvel e com velocidade.

Já Papagaio é o típico centroavante e teve suas primeiras chances no time de cima já sob o comando de Roger Machado. Foram três partidas neste ano, também com um gol, na goleada por 5 a 0 sobre o Novorizontino, pelas quartas de final do Paulista.

Gazeta Esportiva

TAGS