PUBLICIDADE
Esportes

Roger foca no Derby de domingo, mas diz: ?Que o árbitro não interfira?

O Palmeiras está focado no Derby deste domingo, às 16h (de Brasília), em Itaquera. No primeiro clássico contra o Corinthians após as polêmicas na final do Campeonato Paulista, o técnico Roger Machado quer que seus atletas foquem apenas neste duelo. Mesmo assim, o treinador torce para que a arbitragem ?não interfira no resultado?. ?Nosso sentimento [?]

15:45 | 11/05/2018

O Palmeiras está focado no Derby deste domingo, às 16h (de Brasília), em Itaquera. No primeiro clássico contra o Corinthians após as polêmicas na final do Campeonato Paulista, o técnico Roger Machado quer que seus atletas foquem apenas neste duelo. Mesmo assim, o treinador torce para que a arbitragem ?não interfira no resultado?.

?Nosso sentimento é de que será outro jogo, completamente à parte da decisão. O Campeonato Brasileiro é longo, mas sabemos a importância de começar bem. Em ano de Copa, depois de 12 rodadas o campeonato vai parar. Será um clássico diferente daquele que foi disputado. Sentimento de conquistar três pontos do Brasileiro, o que passou ficou para trás. Não levamos nada (daquele Derby) a não ser o desejo de vencer o clássico?, disse o comandante.

?Não desejo levar o assunto da arbitragem para a beira do campo para não inflamar mais o que já está sendo discutido de outros momentos. Vamos acreditar que o árbitro vai fazer o melhor, e que assim, tenha a condução da partida de uma forma que dentro de campo não interfira no resultado final do jogo?, completou.

O Palmeiras entende que houve interferência externa na arbitragem da final do Campeonato Paulista, vencida pelo Corinthians. O juiz Marcelo Aparecido marcou pênalti de Ralf sobre Dudu no segundo tempo, mas, oito minutos depois, voltou atrás.

Nesta quarta-feira, conforme o esperado, o clube presidido por Maurício Galiotte acionou o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) para tentar impugnar a final estadual. O mandatário está disposto a ir até as últimas consequências e cogita acionar até a Corta Arbitral do Esporte (CAS).

Gazeta Esportiva

TAGS