PUBLICIDADE
Esportes

Palmeiras contrata gigante estrangeira para investigar final

O Palmeiras, insatisfeito com a condução da final do Campeonato Paulista, tenta impugnar a decisão por meio do Tribunal de Justiça Desportiva. Com a finalidade de auxiliar no processo, o clube contratou a Kroll, gigante global do ramo de investigação privada. A informação foi publicada pelo site Globoesporte.com. Sediada nos Estados Unidos, a empresa conta [?]

01:15 | 19/04/2018

O Palmeiras, insatisfeito com a condução da final do Campeonato Paulista, tenta impugnar a decisão por meio do Tribunal de Justiça Desportiva. Com a finalidade de auxiliar no processo, o clube contratou a Kroll, gigante global do ramo de investigação privada.

A informação foi publicada pelo site Globoesporte.com. Sediada nos Estados Unidos, a empresa conta com mais de 50 escritórios em aproximadamente 30 países. Em 1992, contratada pelo Congresso Nacional, a Kroll atuou na investigação de denúncias contra Fernando Collor, então presidente da República.

Na versão em português de seu site oficial, a empresa contratada pelo Palmeiras para atuar no imbróglio em torno da final do Campeonato Paulista diz fornecer ?a expertise necessária em consultoria investigativa para solucionar conflitos por meio de análise crítica e descoberta de fatos?.

O Palmeiras entende que houve interferência externa na anulação do pênalti de Ralf sobre Dudu, assinalado pelo árbitro Marcelo Aparecido e anulado pelo próprio oito minutos depois. Com essa tese, o clube presidido por Maurício Galiotte já entrou no TJD.

Na última terça-feira, o tribunal ouviu o quinteto de arbitragem, o delegado responsável pela decisão e o diretor de arbitragem. O Palmeiras pode apresentar novas provas ao TJD até o meio-dia de quinta-feira e o órgão deve encerrar seu relatório na próxima segunda.

 

Gazeta Esportiva

TAGS