PUBLICIDADE
Esportes

Mattos tranquiliza torcida sobre punição de Bruno Henrique

A Federação Italiana puniu o volante Bruno Henrique, do Palmeiras, com um ano de suspensão por conta do uso de um passaporte falso em sua passagem pelo Palermo. O caso, no entanto, não preocupa a direção palmeirense. ?O advogado me falou que houve 300 casos iguais a esse julgados lá. A maioria pegou um ano [?]

19:15 | 22/04/2018

A Federação Italiana puniu o volante Bruno Henrique, do Palmeiras, com um ano de suspensão por conta do uso de um passaporte falso em sua passagem pelo Palermo. O caso, no entanto, não preocupa a direção palmeirense.

?O advogado me falou que houve 300 casos iguais a esse julgados lá. A maioria pegou um ano e no primeiro recurso todo mundo ficou livre?, afirmou o mandatário, referindo-se à decisão publicada pelo Tribunal Nacional da entidade.

?Não tenho nada para falar sobre isso, está com nosso departamento jurídico. Pelo que me falaram, não tem nada com o Palmeiras. Só se for para a Fifa. Mas tem recurso, muito recurso. Não é nenhuma preocupação nesse momento?, completou o dirigente.

O uso de passaporte na Itália serve para abrir vagas de a jogadores extra-comunitários. A princípio, a punição vale apenas para o território italiano, mas se o caso for parar na Fifa, poderá valer também no Brasil.

Bruno Henrique deixou o Corinthians rumo ao clube italiano em agosto de 2016. Na época, a transação foi fechada em R$ 12 milhões. Em junho do ano passado, o Palmeiras desembolsou cerca de R$ 13 milhões para repatriar o volante, com quem firmou contrato válido até 31 de maio de 2021.

Gazeta Esportiva

TAGS