PUBLICIDADE
Esportes

Andrés retruca Galiotte e diz que vetou volta olímpica do Corinthians

Depois da perda do título do Campeonato Paulista em pleno Allianz Parque para o Corinthians, o presidente do Palmeiras Mauricio Galiotte externou toda sua indignação com uma declaração forte contra o árbitro da partida, Marcelo Aparecido. Em meio a reclamação, o mandatário alviverde tentou minimizar a competição estadual, a qual chamou de ?Paulistinha?, e afirmou [?]

21:30 | 08/04/2018

Depois da perda do título do Campeonato Paulista em pleno Allianz Parque para o Corinthians, o presidente do Palmeiras Mauricio Galiotte externou toda sua indignação com uma declaração forte contra o árbitro da partida, Marcelo Aparecido. Em meio a reclamação, o mandatário alviverde tentou minimizar a competição estadual, a qual chamou de ?Paulistinha?, e afirmou que a competição deveria ser ?esquecida?, ?jogada no lixo?.

Andrés Sanchez, presidente do clube campeão, foi questionado na zona mista do estádio rival sobre as declarações do dirigente palmeirense e não deixou de rebater. Sanchez usou tom ameno, sem se exaltar, mas também foi contundente em sua declaração.

?Triste, porque até a semifinal era o Paulistão. Ele mesmo falou. Eu nunca elogiei o Paulista e nunca reclamei. Eu entendo eu o calendário nosso é muito complicado, nós temos de rever os campeonatos regionais, temos de rever a Copa do Brasil, temos de rever um monte de coisas, agora, Paulistinha? Para quem perde realmente é um paulistinha. Eu falei antes, o Palmeiras era o favorito, era o time que tinha tudo para ganhar, mas infelizmente às vezes a zebra acontece?, ironizou o presidente do Timão.

Andrés Sanchez também revelou ter vetado que o grupo de atletas desse a famosa volta olímpica no Allianz Parque. Como o Derby teve torcida unicamente palmeirense na cadeiras, o ato poderia ser interpretado como provocação.

?Eu proibi de fazer volta olímpica, até porque eu achei que era falta de respeito. Não tinha torcedor do Corinthians, não tem sentido fazer volta olímpica. Queriam fazer volta olímpica, é tradição no futebol mundial, mas eu pedi para o capitão e para todo mundo?, explicou, antes de novamente voltar a citar Galiotte e encerrar com uma cutucada, remetendo-se ao forte investimento feito pelo arquirrival recentemente, com a ajuda de um forte patrocinador.

?Mas, o Maurício eu entendo. Perder é difícil, se eu tivesse perdido ia ser difícil, complicado, mas nem sempre o dinheiro ganha no futebol?.

Gazeta Esportiva

TAGS