PUBLICIDADE
Esportes

Roger Machado elogia Jailson, mas vê Keno como melhor em campo

Jailson foi quase unanimidade como tendo sido o melhor em campo na vitória do Palmeiras contra o Santos. Quase. Para o técnico Roger Machado, Keno foi maior destaque do Verdão no clássico deste sábado. ?Raras vezes na carreira eu vi um jogador como Keno. Ele sempre foi uma válvula de escape atuando aberto para receber [?]

22:45 | 24/03/2018

Jailson foi quase unanimidade como tendo sido o melhor em campo na vitória do Palmeiras contra o Santos. Quase. Para o técnico Roger Machado, Keno foi maior destaque do Verdão no clássico deste sábado.

?Raras vezes na carreira eu vi um jogador como Keno. Ele sempre foi uma válvula de escape atuando aberto para receber a bola e conseguir a vitória pessoal. É importante saber flutuar mais e fazer outras funções, mas usar sua habilidade quando tiver a bola. Jailson fez um grande jogo pelas defesas importantes, mas para mim o diferencial da vitória foi o Keno. Fez uma partida em alto nível. Contribuiu defensivamente para o nosso sistema e, com a bola no pé, é um jogador que sabemos o que pode fazer?, afirmou.

Maior destaque para a maioria dos outros presentes no estádio municipal, Jailson só esteve em campo graças a um efeito suspensivo concedido ao goleiro. Ele ainda será novamente julgado e tem mais uma partida a cumprir de sua suspensão, mas não deve ser problema até uma eventual final.

?Foi importante ter conseguido esse efeito suspensivo. O Jailson vinha atuando e jogando bem. Quando colocamos o Prass e o Weverton conseguimos manter o mesmo nível, mas o Jailson é o titular e foi muito importante, fez jus ao nosso esforço?, disse o comandante, antes de analisar o duelo em si.

?Muitas vezes o jogo acaba decidindo a estratégia a ser adotada. O que eu vi da nossa equipe e do Santos que a gente imprimiu um ritmo muito forte, o que nos garantiu abrir o placar. Continuamos na pressão, com objetivo de fazer o segundo gol, e o Santos apostou nas bolas longas. No segundo tempo, já com as mudanças do nosso lado, o Santos passou a cruzar bolas para a área. Conseguimos afastar, e quando não conseguimos o Jailson estava lá. Não conseguimos encaixar um contra-ataque. Foi um grande confronto, com estratégias diferentes, e está aberto o duelo?, finalizou.

Gazeta Esportiva

TAGS