PUBLICIDADE
Esportes

Pressão funciona e Palmeiras pega o Novorizontino em sua Arena

Victor Luis já havia dado duas respostas em sua entrevista coletiva sobre jogar contra o Novorizontino, no Pacaembu, quando a informação foi confirmada: o Palmeiras vai jogar a partida de volta das quartas de final do Campeonato Paulista no Allianz Parque. O dia também mudou e o confronto ocorrerá na quarta-feira, às 21h45 (de Brasília). [?]

15:30 | 14/03/2018

Victor Luis já havia dado duas respostas em sua entrevista coletiva sobre jogar contra o Novorizontino, no Pacaembu, quando a informação foi confirmada: o Palmeiras vai jogar a partida de volta das quartas de final do Campeonato Paulista no Allianz Parque. O dia também mudou e o confronto ocorrerá na quarta-feira, às 21h45 (de Brasília).

Após grande polêmica gerada pelo congresso técnico da FPF (Federação Paulista de Futebol), o Verdão agiu nos bastidores e pressionou a entidade responsável pela organização dos jogos. De acordo com o clube, seria absurdo o primeiro colocado na classificação geral ser a única equipe a não ter o direito de mandar sua partida em casa.

?Notícia boa demais! Só felicidade agora (risos). Com certeza íamos entrar para fazer nosso trabalho no Pacaembu, mas nos deixou feliz essa notícia. A atmosfera no Allianz Parque é diferente, nos sentimos bem, esperamos sair felizes de lá na quarta-feira e deixar a torcida feliz?, afirmou o lateral esquerdo.

Na noite de sábado, o Allianz Parque será palco de um show da cantora americana Kate Perry. A WTorre já tinha estabelecido que iria trocar todo o gramado do local ? procedimento realizados algumas vezes desde o ano passado -, mas o processo só seria concluído na quarta-feira. Além disso, na terça haverá ainda um evento no local para 5 mil pessoas.

Após a confirmação da Federação Paulista de Futebol de que a partida de volta das quartas de final entre Palmeiras e Novorizontino será no Pacaembu, a WTorre, administradora do Allianz Parque, também emitiu uma nota oficial sobre o caso e atacou a FPF.

Nesta quarta-feira, a Gazeta Esportiva teve acesso a um manifesto de conselheiros e torcedores do clube repreendendo a FPF (Federação Paulista de Futebol) e responsabilizando a TV Globo pela situação.

Gazeta Esportiva

TAGS