PUBLICIDADE
Esportes

O que mudou desde o último mata-mata entre Palmeiras e Novorizontino

Neste sábado, o Palmeiras inicia sua luta no mata-mata do Campeonato Paulista em duelo contra o Novorizontino, pelas quartas de final da competição. Coincidentemente, o confronto aconteceu na mesma fase do Estadual no ano passado. Em 2017, com Eduardo Baptista ainda no comando, o Alviverde não teve muito trabalho para despachar o time do interior [?]

08:15 | 17/03/2018

Neste sábado, o Palmeiras inicia sua luta no mata-mata do Campeonato Paulista em duelo contra o Novorizontino, pelas quartas de final da competição. Coincidentemente, o confronto aconteceu na mesma fase do Estadual no ano passado.

Em 2017, com Eduardo Baptista ainda no comando, o Alviverde não teve muito trabalho para despachar o time do interior com vitórias por 3 a 1 em Novo Horizonte e 3 a 0 no Pacaembu. De lá para cá, porém, muita coisa (quase tudo) mudou.

Dudu, inclusive, marcou nas duas ocasiões. Borja também conseguiu o feito (e depois acumulou uma seca que durou até a estreia no Brasileirão). Agora, o colombiano está em grande fase e já marcou sete vezes em apenas 10 partidas.

?É a quantidade do trabalho dele dentro do clube. As médias dele já têm dito muito. Se o jogador está feliz, confiante, o melhor do seu jogo vai aparecer. Se vê que em seu ambiente de trabalho se cria estrutura para seu melhor jogo? Também é ano de Copa do Mundo, tem motivação extra em função disso. Tem tudo para ser grande ano de todos. Tendência é que para o Miguel seja um ano muito importante também?, disse o treinador.

Daquele time que encarou o Novorizontino, somente quatro atletas permaneceram no time titular do Palmeiras para o duelo deste sábado: Felipe Melo, Dudu, Borja e Willian. O Palmeiras entrou em campo naquela ocasião com: Fernando Prass, Fabiano, Edu Dracena, Mina e Egídio. Felipe Melo, Tchê Tchê e Dudu; Willian, Roger Guedes e Borja.

Após passar pelo Novorizontino, o Palmeiras enfrentou a Ponte Preta pelas semifinais do Paulistão e acabou eliminado de forma vexatória (com direito a derrota por 3 a 0 em Campinas). A derrota para o Jorge Wilstermann pela Libertadores foi a gota d?água no trabalho de Eduardo Baptista.

Agora com Roger Machado, a situação é outra. O Palmeiras se classificou como primeiro colocado na classificação geral do Campeonato Paulista com 26 pontos ganhos. Além disso, o time tem a melhor defesa da competição (oito gols), melhor ataque (19 tentos), e o artilheiro do torneio ? Miguel Boja, com seis bolas nas redes.

O Palmeiras que deve entrar em campo no sábado às 19h deve ser o mesmo que venceu o São Paulo no Allianz Parque: Jaílson, Marcos Rocha, Antônio Carlos, Thiago Martins e Victor Luis; Felipe Melo, Bruno Henrique e Lucas Lima; Dudu, Willian e Borja.

Gazeta Esportiva

TAGS
O que mudou desde o último mata-mata entre Palmeiras e NovorizontinoSociedade Esportiva Palmeiras | Times | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes

O que mudou desde o último mata-mata entre Palmeiras e Novorizontino

Neste sábado, o Palmeiras inicia sua luta no mata-mata do Campeonato Paulista em duelo contra o Novorizontino, pelas quartas de final da competição. Coincidentemente, o confronto aconteceu na mesma fase do Estadual no ano passado. Em 2017, com Eduardo Baptista ainda no comando, o Alviverde não teve muito trabalho para despachar o time do interior [?]

08:15 | 17/03/2018

Neste sábado, o Palmeiras inicia sua luta no mata-mata do Campeonato Paulista em duelo contra o Novorizontino, pelas quartas de final da competição. Coincidentemente, o confronto aconteceu na mesma fase do Estadual no ano passado.

Em 2017, com Eduardo Baptista ainda no comando, o Alviverde não teve muito trabalho para despachar o time do interior com vitórias por 3 a 1 em Novo Horizonte e 3 a 0 no Pacaembu. De lá para cá, porém, muita coisa (quase tudo) mudou.

Dudu, inclusive, marcou nas duas ocasiões. Borja também conseguiu o feito (e depois acumulou uma seca que durou até a estreia no Brasileirão). Agora, o colombiano está em grande fase e já marcou sete vezes em apenas 10 partidas.

?É a quantidade do trabalho dele dentro do clube. As médias dele já têm dito muito. Se o jogador está feliz, confiante, o melhor do seu jogo vai aparecer. Se vê que em seu ambiente de trabalho se cria estrutura para seu melhor jogo? Também é ano de Copa do Mundo, tem motivação extra em função disso. Tem tudo para ser grande ano de todos. Tendência é que para o Miguel seja um ano muito importante também?, disse o treinador.

Daquele time que encarou o Novorizontino, somente quatro atletas permaneceram no time titular do Palmeiras para o duelo deste sábado: Felipe Melo, Dudu, Borja e Willian. O Palmeiras entrou em campo naquela ocasião com: Fernando Prass, Fabiano, Edu Dracena, Mina e Egídio. Felipe Melo, Tchê Tchê e Dudu; Willian, Roger Guedes e Borja.

Após passar pelo Novorizontino, o Palmeiras enfrentou a Ponte Preta pelas semifinais do Paulistão e acabou eliminado de forma vexatória (com direito a derrota por 3 a 0 em Campinas). A derrota para o Jorge Wilstermann pela Libertadores foi a gota d?água no trabalho de Eduardo Baptista.

Agora com Roger Machado, a situação é outra. O Palmeiras se classificou como primeiro colocado na classificação geral do Campeonato Paulista com 26 pontos ganhos. Além disso, o time tem a melhor defesa da competição (oito gols), melhor ataque (19 tentos), e o artilheiro do torneio ? Miguel Boja, com seis bolas nas redes.

O Palmeiras que deve entrar em campo no sábado às 19h deve ser o mesmo que venceu o São Paulo no Allianz Parque: Jaílson, Marcos Rocha, Antônio Carlos, Thiago Martins e Victor Luis; Felipe Melo, Bruno Henrique e Lucas Lima; Dudu, Willian e Borja.

Gazeta Esportiva

TAGS