PUBLICIDADE
Esportes

Palmeirense Zé Roberto lembra frustração por ausência no penta

A vitória sobre o Botafogo, alcançada no último dia 27 de novembro, marcou o final da longa trajetória de Zé Roberto como jogador de futebol profissional. Aposentado desde então, o lateral esquerdo admite sua frustração pela ausência na Copa do Mundo 2002. Convocado pelo técnico Zagallo para a edição de 1998 do Mundial, Zé Roberto [?]

19:45 | 10/12/2017

A vitória sobre o Botafogo, alcançada no último dia 27 de novembro, marcou o final da longa trajetória de Zé Roberto como jogador de futebol profissional. Aposentado desde então, o lateral esquerdo admite sua frustração pela ausência na Copa do Mundo 2002.

Convocado pelo técnico Zagallo para a edição de 1998 do Mundial, Zé Roberto participou de apenas uma partida. Em 2002, então jogador do Bayer Leverkusen, ele esperava ser chamado por Luiz Felipe Scolari para disputar o torneio dividido entre Coreia do Sul e Japão, mas acabou fora.

?Vesti a camisa da Seleção Brasileira por mais de 10 anos?, disse Zé Roberto à TV Globo, sem esconder a decepção pela ausência em 2002. ?Vivia a melhor fase da minha carreira. É uma frustração que vou ter que carregar?, acrescentou.

De volta à Seleção Brasileira, Zé Roberto, à época jogador do Bayern de Munique, foi escalado pelo técnico Carlos Alberto Parreira em todos os jogos da campanha até a derrota contra a França, nas quartas de final da Copa do Mundo 2006. Nas oitavas, contra Gana, ele marcou um gol.

?Eu lembrei da minha infância, de quando jogava descalço na rua, gritando que era o Taffarel ou o Romário. Então, veio um filme na minha cabeça, perguntando: ?Será que tem algum menino na minha rua gritando que é Zé Roberto??, descreveu, aos 43 anos.

Ganhador da Copa do Brasil 2015 e do Campeonato Brasileiro 2016 pelo Palmeiras, Zé Roberto será lembrado no último clube de sua carreira pela preleção histórica em que destacou a grandeza do clube. ?As palavras acabaram vindo automaticamente. Nunca poderia imaginar que teria uma repercussão tão grande?, recordou.

A partir de 2018, Zé Roberto passará a atuar como assessor técnico do departamento de futebol do Palmeiras, dirigido por Alexandre Mattos. A ideia é que o experiente ex-jogador da Seleção Brasileira atue como elo entre elenco, diretoria e comissão técnica.

 

Gazeta Esportiva

TAGS